Hiroshi Bogéa On line

Laminados & Porto

Engenheiros da TKS Consulting, empresa alemã do grupo ThyssenKrupp responsável pela engenharia conceitual da Aços Laminados do Pará (ALPA), levantam dados para concluir estudos do projeto siderúrgico da VALE, cujo prazo de entrega é julho.

Ao mesmo tempo, grupo de técnicos apressa levantamento de informações para ser entregue à Companhia de Portos de Hidrovias, empresa pública vinculada à Secretaria de Integração Regional (SEIR), com responsabilidade executiva sobre a obra, que já tem assegurados em caixa R$ 30 nilhões.

A primeira etapa do porto público de Marabá está estimada em R$ 76 milhões, valor já conveniado com o DNIT e prevê a implantação de uma infra-estrutura para entrada de insumos e escoamento de produtos. O terminal terá capacidade para receber cargas de granéis sólidos, minério e derivados e carga geral.

O porto será construído à margem esquerda do rio Tocantins, na altura do Km 14 da BR – 230, na área de influência do parque industrial e deverá ocupar uma área estimada de 370 mil m2, incluindo o pátio multimodal que será integrado pela rodovia e no futuro deverá constar de um ramal ferroviário.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *