Hiroshi Bogéa On line

Lá vem a onda, de novo!

Reunião marcada para Marabá do mais novo grupo social denominado ‘Comitê Dorothy Stang’, definirá a escolha dos personagens do sudeste do Pará que integrarão a coordenação do “Justiça nos Trilhos”, movimento destinado a colocar a Vale, de novo, a Vale na parede, com a interdição pelo período de dez dias da Estrada de Ferro Carajás.

Na primeira reunião do comitê, que tem apoio integral da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil -, ficou acertado que a mineradora deve ser denunciada internacionalmente por praticar o capitalismo selvagem em suas atividades econômicas, no Pará e Maranhão, sem olhar para os estragos sociais deixados no rastro dos grandes projetos.

Em Marabá, Parauapebas, Açailândia e mais duas cidades do Maranhão, ainda por definir, serão instalados núcleos de coordenação do ‘Comitê Dorothy Stang’, para arregimentação de militância e adoção de estratégias.

Passando as eleições, a ferrovia será ocupada, provavelmente, em três pontos, simultaneamente.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    29 de agosto de 2008 - 13:13 - 13:13
    Reply

    Uns ficam de um lado, outros ficam de outro. Não existe “em cime do trilho(sic)” porque senão ou a massa ou o trem passam por cima. Quem se omite ou finge neutralidade, já escolheu o seu lado. Ninguem que ser esmagado na “linha”.É a Ideologia cumpadre!…que muitos falam mas poucos sentem ou pre-sentem.
    Henrique CL

Leave a Reply to Anonymous

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *