L o s t

O prefeito de Marabá não tem nenhuma desculpa para deixar a cidade num processo de total letargia, coberta pelo lixo, buraqueira nas ruas aumentando por falta de manutenção, secretarias quase paradas, sem rumo. Ele recebeu a prefeitura saneada, sem nenhum problema de insolvência junto aos órgãos federais e, melhor ainda, com muito dinheiro em caixa.

Apesar de alguns assessores de Maurino Magalhães negarem, com notas plantadas e animados coleguinhas repetindo a mentira, Tião Miranda deixou em diversas contas bancárias cerca de R$ 100 milhões. Tanto é verdade, que o ex-prefeito, numa reação aos rumores em contrário, publicou em páginas do jornal Opinião a origem e destinação de cada grana depositada, inclusive com número de agências e conta bancárias. Fez mais: publicou cópias dos depósitos autenticadas.

Maurino Magalhães deve estar igualzinho aquela turma do seriado americano numa ilha do Pacífico.