Juvêncio, Raimundo…

Vários amigos de Raimundo José Pinto tiveram conhecimento de sua morte através de telefonemas do jornalista Paulo Roberto, secretário estadual de Comunicação, que se dedicou a diversas ligações até as primeiras horas desta sexta-feira para comunicar a péssima notícia, já esperada, a qualquer momento, devido ao agravamento da doença.

Contemporâneo de Raimundo e Lúcio Flávio Pinto, irmão do jornalista falecido, Paulo não escondia a emoção ao celular, pedindo aos seus interlocutores que fossem ao velório, ainda nesta madrugada.

Para quem não sabe, Raimundo Pinto e Paulo Roberto, durante os tempos rochedos da ditadura militar, travaram lutas corajosas contra o arbítrio e pelo fortalecimento do Sindicato dos Jornalistas do Pará, do qual o jornalista santareno foi seu presidente.

Originário de família de talentosos jornalistas, Raimundo foi um dos grandes nomes da imprensa paraense.

Em menos de dois meses, o Pará pensante perdeu Juvêncio de Arruda e Raimundo Pinto, vítimas de câncer.

O blog encaminha a Lúcio e ao seu mano Elias Pinto, cronista do Diário do Pará, sentimentos sinceros, extensos a todos os demais familiares.