Justiça ordena recolhimento de jornal que caluniava Davi Passos

Publicado em 22 de setembro de 2014

 

PC realiza blitz para apreender jornal
PC realiza blitz para apreender jornal

O Juiz Eleitoral da 61ª ZE/PA Dr. José Admilson Gomes Pereira, se valendo de seu poder de Policia emitiu decisão determinando a apreensão do jornal “A Noticia” bem como proibindo a sua venda ou distribuição. O motivo era que o impresso trazia em suas paginas, a matéria de capa com o seguinte titulo: Xinguara – Justiça investiga ex-prefeito Davi assis por improbidade,  matéria esta que ainda era transcorrida na pagina 09 da edição 488 e que por sua vez denegria a imagem com informações falsas, do então candidato a Deputado Estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

A Policia juntamente com oficial de Justiça foram ate a casa de Paulo Gomes de Almeida, o Paulão, que foi acusado de contratar pessoas para distribuir o panfleto com material igualmente, mas o mesmo não foi encontrado. Logo após a policia seguiu para a Feira Coberta onde fez o recolhimento do material que estava sendo distribuído, bem como foi ao parque de exposições agropecuário onde acontece a FAX – Feira Agropecuária de Xinguara.

Xinguara

De acordo com o Juiz Eleitoral, Dr. José Admilson Gomes Pereira, a matéria jornalística ultrapassou os limites dos debates políticos, sendo considerada abusiva desequilibrando-se o pleito eleitoral entre os candidatos teve conduta antirrepublicana e que deve ser coibida pela Justiça Eleitoral, e continuou dizendo que deve ser proibida a veiculação de panfletos pela cidade ofensivos a honra de Davi Passos, cujo material esta sendo espalhado pela cidade com intuito de denegrir a imagem do candidato. Segundo o Juiz Eleitoral, Davi Passos teve seu registro de candidatura DEFERIDO pela Justiça Eleitoral e obedeceu aos requisitos da LEI DA FICHA LIMPA, logo qualquer ato destinado a denegri-lo em clima de campanha eleitoral, deve ser veementemente coibido, sob pena de pratica ilegal.

Em entrevista o candidato à vaga de Deputado Estadual Davi Passos (PT) disse que mais uma vez a verdade prevaleceu, e que é muito constrangedor ver que pessoas que estão à frente do Governo Municipal tentando atrapalhar a nossa cidade e região ter o seu próprio representante. Isso mostra o quanto eles não tem interesse em ver este povo bom e trabalhador prosperar e ter benefícios em prol de suas vidas.

—————-

Nota do blog: os recursos rasteiros utilizados pelos adversários de Davi Passos, um professor  de Filosofia da Universidade Federal do Sul/Sudeste do Pará dos mais conceituados, defensor intransigente dos direitos humanos e ex-prefeito por dois mandatos seguidos daquele município que deixou o governo com avaliação em torno de 70%, são exemplos vergonhosos do retorno a Xinguara de  práticas da velharia política.

Os coronéis do campo, outra vez, restabelecendo  uma página que se  considerava extinta da vida daquele município.

A população de Xinguara não merece se sentir envergonhada diante de fatos dessa natureza. Xainguara