Justiça Eleitoral vai ou não cassar o mandato do prefeito da Palestina?

Publicado em 22 de julho de 2021

O que já se sabia à boca pequena, entre os moradores de Palestina do Pará, está se confirmando.

O prefeito reeleito  “Cláudio da Tetê” (PSDB), juntamente com seu companheiro de chapa, o vice César Nascimento, está com seu mandato em vias de cassação.

Pelo menos é o que se espera de uma ação corretiva da Justiça.

O sujeito “pintou o caneco” durante a campanha eleitoral de 2020, usando explicitamente máquinas do poder público em benefício próprio.

A Justiça Eleitoral responsável pelo pleito de Palestina já se debruçou sobre um vídeo juntado ao processo que originou a denúncia, através da Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME), que mostra os equipamentos da prefeitura municipal realizando diversos serviços domésticos na residência de Cláudio Robertino Alves dos Santos , o verdadeiro nome do personagem.

Por essa razão, “Cláudio da Tetê”, apelidado assim por ser conhecido espécie de  “pau mandado” da ex-deputada estadual e ex-prefeita do município Tetê Santos, política do município, é acusado por abuso de poder econômico,

 

Movida  pela coligação do candidato opositor  Genildo Alagoano, a Ação de Impugnação de Mandato Eletivo tramita em segredo de Justiça.

Agora, a pergunta que se faz: por que “segredo de Justiça”?

Essas imoralidades  criminosas de alguns políticos deveriam ser estampadas pela Justiça, para possibilitar  a população a tomar conhecimento dos erros que comete  ao eleger futuros administradores de recursos públicos  comprometidos com patifarias.

Pior de tudo é que, mesmo com flagrantes provas em mãos, em mutos casos, a Justiça Brasileira faz vista grossa a fatos como este que ocorre em Palestina do Pará.

O voto do eleitor, nessas horas, merece “o respeito” tão somente de alguns juízes já que eles optam em absolver “nacionais” alegando terem sido eleitos pela maioria da comunidade.

Nem que o sujeito seja um tremendo 1.7.1, a justiça cumpre seu papel de punir o infrator.

Raramente, todos sabemos, um caso como este do “Cláudio da Tetê” serve de exemplo para mostrar que no país existe realmente justiça comprometida com a Justiça.

O blog vai acompanhar de perto o desenrolar dessa ação para não deixar nenhum “segredo de justiça” escondidinho no escuro dos papeis engavetados.

Importante também realçar que o prefeito reeleito da Palestina está sofrendo pesadas críticas da população por não estar realizando os serviços básicos que a comunidade necessita, mesmo sabendo que  “Cláudio da Tetê”  está em seu segudo mandato.

Na foto, a ex-deputada estadual Tetê Santos e seu preposto na prefeitura de Palestina, “Cláudio da Tetê.