Hiroshi Bogéa On line

Justiça e Prefeitura firmam parceria

 

A Prefeitura de Marabá, através do Sine-Marabá, firmou parceria com o Tribunal de Justiça e Centro de Recuperação Mariano Antunes (Crama) para a reintegração social dos cidadãos que cumprem pena no regime de livramento condicional ou prisão domiciliar. Os detentos serão qualificados para que possam ser inseridos no mercado de trabalho.

O trabalho da equipe interdisciplinar da 7ª Vara tem como um de seus eixos de atuação o acompanhamento dos egressos do Centro de Recuperação Mariano Antunes, que após o cumprimento de pena em regime fechado ou semi-aberto, apresentando boa conduta no cárcere, conseguiram o direito de progressão de pena para o regime aberto, retornando, assim, para o convívio domiciliar, o que requer sua apresentação para esta equipe uma vez ao mês, bem como participação em palestras de orientação sobre assuntos que colaborem para sua reinserção social.

As ações incluem palestras, cadastro e intermediação de mão de obra. Buscando parceria em empresas privadas para alcançarmos com êxito a meta mensal de inserção.

A parceria visa sanar uma das grandes mazelas existente na sociedade. Ou seja, a ressocialização e o regresso do preso ao mercado de trabalho, figurando, pois, como um grande instrumento de ação social e garantia de direitos humanos.

 

Fonte: Secom

Post de 

2 Comentários

  1. George Hamilton Maranhão Alves

    23 de maio de 2011 - 11:08 - 11:08
    Reply

    Sou crítico da atual administração municipal de Marabá naquilo em que acho que devo ser, como é o caso das terceirizações desastrosas e escusas! Porém, se tal adminstração “fizer por onde”, aplaudo! A ressocialização de presos de boa conduta, é uma coisa moderna, humanitária e, principalmente, inteligente do ponto de vista econômico!
    No entanto, mantenho minha ressalva: a competência de um governo não pode ser pontual. Deve ter um caráter universal, ainda que com as naturais prioridades, atingindo ao máximo, todos os setores da vida pública.

  2. Luis Sergio Anders Cavalcante

    21 de maio de 2011 - 19:47 - 19:47
    Reply

    Hiro, prá mim essa questão de ressocialização de criminosos é utopia. Enquanto nas cadeias/penitenciarias continuarem introduzindo armas/celulares/drogas e etc…nada disso acontecerá, pelo simples fato que chefes de facções intra muros, continuarão a manipular os subalternos, mesmo pq., na visão deles(bandidos), é mais fácil e rende mais, continuar com assaltos a bancos, sequestros etc…Em 21.05.11, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *