Justiça bloqueia R$ 5 milhões da prefeitura para pagar ex-prefeitos de Marabá

Publicado em 11 de junho de 2013

 

 

 

Quando uma luz começava a sinalizar no final da escuridão, eis que surge nova pancada, inviabilizando todo planejamento que a prefeitura de Marabá vinha seguindo para quitar dívidas milionárias deixadas pelo ex-prefeito Maurino Magalhães.

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 5 milhões de recursos municipais para pagar pensão de ex-prefeitos.

A  decisão judicial caiu como uma bomba no gabinete do prefeito João Salame, que vinha demonstrando otimismo em relação  ao curso que vinha dando em ações voltadas ao pagamento de salários de servidores deixados em atraso pelo antiga administração, e com a esperança de formar um caixa superavitário para investimentos em obras públicas.

Ninguém quer falar oficialmente, mas o blog ouviu,  em off,  a possibilidade, agora, diante dessa raspada do tacho,  do calendário de pagamento dos salários deixados em atraso pelo ex-prefeito,  ser suspenso – uma vez que Salame não admite,  jamais, atrasar os vencimentos salariais de seu governo.

Reunião de emergência foi marcada para as 18 horas desta terça-feira.

Prefeito que ouvir auxiliares da área financeira para ver que medidas deve tomar,  diante da tungada judicial.