Hiroshi Bogéa On line

Justiça bloqueia R$ 5 milhões da prefeitura para pagar ex-prefeitos de Marabá

 

 

 

Quando uma luz começava a sinalizar no final da escuridão, eis que surge nova pancada, inviabilizando todo planejamento que a prefeitura de Marabá vinha seguindo para quitar dívidas milionárias deixadas pelo ex-prefeito Maurino Magalhães.

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 5 milhões de recursos municipais para pagar pensão de ex-prefeitos.

A  decisão judicial caiu como uma bomba no gabinete do prefeito João Salame, que vinha demonstrando otimismo em relação  ao curso que vinha dando em ações voltadas ao pagamento de salários de servidores deixados em atraso pelo antiga administração, e com a esperança de formar um caixa superavitário para investimentos em obras públicas.

Ninguém quer falar oficialmente, mas o blog ouviu,  em off,  a possibilidade, agora, diante dessa raspada do tacho,  do calendário de pagamento dos salários deixados em atraso pelo ex-prefeito,  ser suspenso – uma vez que Salame não admite,  jamais, atrasar os vencimentos salariais de seu governo.

Reunião de emergência foi marcada para as 18 horas desta terça-feira.

Prefeito que ouvir auxiliares da área financeira para ver que medidas deve tomar,  diante da tungada judicial.

Post de 

7 Comentários

  1. Plinio Pinheiro Neto

    13 de junho de 2013 - 07:03 - 7:03
    Reply

    Caro Hiroshi.

    Fui vice-prefeito de Marabá nos anos de 1973/1974 e assumi a Prefeitura por 14 vezes nesse período e jamais requeri o benefício previsto em Lei àquela época, por considerar que só quem foi, realmente, Prefeito, poderia fazê-lo e não o vice que assumisse em caráter eventual.Creio que o benefício foi extinto com a edição da Lei Orgânica do Municipio de Marabá na época da administração Nagib Mutran Neto e não na época do Haroldo Bezerra.

  2. Carlos

    12 de junho de 2013 - 16:55 - 16:55
    Reply

    Coloca o nome dos ex-prefeitos que ainda recebem esta pensão, e desde quando estão sem receber a mesma. Estamos curiosos, já que a justiça mandou pagar 5 milhões de reais. UM ABSURDO !!!

  3. 100%marabanse

    12 de junho de 2013 - 15:11 - 15:11
    Reply

    Só teve um cidadão que recebia o auxilio de ex-prefeito, e que não ingressou na justiça para receber de forma vitalicia por considerar imoral.

    Dionor Maranhão!

  4. Ana Paula Braga

    12 de junho de 2013 - 06:58 - 6:58
    Reply

    Em Paragominas, uma Lei Municipal acabou com essa pensão para os novos prefeitos. E para os antigos prefeitos a prefeitura ingressou na Justiça e conseguiu uma sentença que cancelasse essas pensões que até entao era legal, mas imoral

  5. João Guimarães

    11 de junho de 2013 - 19:39 - 19:39
    Reply

    Só pra esclarecer…Este benefício não vale mais para os prefeitos ou vices, salvo engano, a partir do governo do HB…Quem se beneficiou até aí, tudo bem, durante o governo do HB foi aprovada uma lei na CMM que extinguiu esta pensão ridícula que beneficiava até quem tinha sido prefeito por um só dia…

  6. Heldenir Almeida

    11 de junho de 2013 - 17:06 - 17:06
    Reply

    O Trabalhador Brasileiro trabalha (oficialmente) 8 horas por dia – 44 horas por semana, para ganhar míseros um (01) á três (03) salários mínimo por mês. E ainda existem muitos que nem Um Salário ganha!
    Acorda cedinho, espera horas por um transporte que diariamente atrasa, este já chega lotado e roda por longas horas para chegar ao seu trabalho.
    Ao chegar leva uma bronca do patrão que reclama do horário de entrada; se dirige a sua função ou devo dizer ás suas funções? “Rala” o dia todo, engole alguma coisa no almoço, volta para mais “ralação” e broncas.
    Ao fim do dia (ou á noite mesmo) segue direto para seu curso ou volta direto para sua casa, sabendo que irá enfrentar um trânsito caótico e o velho transporte deprimente.
    Faz economias para comprar aquela TV de LCD, sua casa própria ou construir o muro do quintal.
    Trabalha, Planeja. Trabalha, Economiza. Trabalha, nem sempre Realiza.
    E assim vai vivendo até a Terceira Idade. E quando, depois de muita, MUITA BUROCRACIA consegue se aposentar, recebe de Aposentadoria uma Mixaria.

    O que um Prefeito faz? Bem, são muitas coisas a serem feitas.
    Mas nem sempre ele cumpre seu dever. E já usufrui de muitos benefícios garantidos no momento que assumiu sua função.
    E mesmo não cumprindo com excelência sua Obrigação. E mesmo deixando o cargo com Débitos e enormes Deficiências, ainda tem direito a uma Ótima Pensão.
    Este é certamente, o país da Injustiça Social.

  7. Luis Sergio Anders Cavalcante

    11 de junho de 2013 - 14:37 - 14:37
    Reply

    Hiro, embora oficial e legal, é imoral esse pagamento aos ex-prefeitos. Eles já prestaram serviços, hoje são cidadãos comuns. Mas, isso se pode – e deve – combater. Isso foi urdido e tramado em gabinetes. Se foi votado ou instituido pode ser novamente, para extinguir. Motivos(plausíveis) não faltam. Remunerar quem não trabalha, nesse caso, é extremamente prejudicial aos cofres públicos. Em 11.06.13, Marabá-PA.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *