Hiroshi Bogéa On line

Juiz determina exoneração de secretário acusado de estupro

 

 

Canaã dos Carajás (Maria Julinha de Adelaide) – O juiz de Direito de Canaã dos Carajás, Lauro Fontes, determinou ao prefeito Itamar Francisco a exoneração do super-secretário de Governo, Jurandir Ferreira, acusado de prática de estupro a uma servidora municipal.

Oficial de Justiça anda à caça do prefeito, e se seu secretário, para proceder notificação.

A dúvida, agora, é saber se o prefeito obedecerá à determinação judicial.

Post de 

6 Comentários

  1. judith

    18 de abril de 2012 - 13:27 - 13:27
    Reply

    Pena que não existe um meio do juiz impedir que o prefeito encontre os meios ilícitos para que o meliante continue recebendo seu gordo salário dos cofres públicos,será mais um Fantasma Público .Até quando suportaremos …..

  2. Cidadão

    17 de abril de 2012 - 19:37 - 19:37
    Reply

    Após relutar por quase 24 h, o prefeito de Canaã dos Carajás, Dr. Itamar Francisco, exonerou na manhã de hoje (17.04) o Secretario de Gestão e Planejamento e também (interino) Secretário de Governo, Sr. Jurandir Ferreira;
    Ufa! Não foi fácil, mas o prefeito teve que cumprir a determinação da justiça e afastar seu fiel escudeiro.
    Viu, menino, quem mandou não ouvir os conselhos de papai!

  3. Gerlane

    17 de abril de 2012 - 16:51 - 16:51
    Reply

    Diante de tanto descaso que acontece nessa cidade,ter pessoas comprometidas com a Ètica e com a coisa pública,nos traz no mínimo esperança,podemos,agora ou enquanto,tivermos servidores públicos da estirpe do Dr.Lauro e da Dra.Renata,sonhar numa política,que vencerá aqueles e aquelas que tiverem propostas e não dinheiro,compromissos públicos e não conchavos eleitoreiros.Parabens,que esse ato seja mais um dos muitos que precisam ser feitos.

  4. KARLA SILVA

    17 de abril de 2012 - 13:14 - 13:14
    Reply

    Engraçado como as coisas são! Todo mundo pede Justiça a qualquer custo, mas não consegue se conformar com a manifestação desta Justiça! Como dito, a inconformidade com decisões judiciais só pode se dar com legitimidade, ele atua completamente respaldo em princípios constitucionais, justamente preocupado em manter-se isento profissionalmente de qualquer vinculação ou ligação política! Injusto é tachar de desonesto alguém que, a todo momento, preocupa-se em entregar a Comunidade de Canaã dos Carajas/PA decisões justas e do mais alto nível de entendimento jurídico. Se existem pessoas “na mira” dessas decisões – como o próprio Jurandir – é porque estão em todo momento a margem da legalidade e da moralidade. Estes comentários maldosos são destrutivos e podem facilmente ser evitados para evitar que não venham, desnecessariamente, ferir a credibilidade e isenção do Poder Judiciário Canaense. A lei é feita para todos e deve ser aplicada igualmente, sem distinções, sem deturpações.

  5. Olimpo

    16 de abril de 2012 - 19:54 - 19:54
    Reply

    Prisao para este salafrario do Jurandir. Exoneração é só de fachada, vai continuar mandando no Itamar Incompetente.

    Este Juiz tem que mandar prender este tarado.

    Hiroshi, o que me estranha aqui em Canaa é que parece tudo combinado. Este secretario Jurandir nunca caiu daqui pois sabia da sentença do Juiz “antecipado”, antes a decisao do MP, da promotora Renata e por fim do delegado Aquino que não fez o flagrante.

    Ele sempre esteve em Canaa durante todo este tempo, o que vem a comprovar que ele tem bastante informações previlegiadas das decisoes do Forum de Canna dos Carajas.

    Muito estranho…muito estranho…Merece uma investigação o MP e o JUIZ.

  6. anônimo

    16 de abril de 2012 - 18:39 - 18:39
    Reply

    Ordem Judicial se cumpre, mesmo que discordando. A via para reverter a Decisão é o Recurso. É até razoável a punição. Considerando que se trata de estupro, o correto seria a prisão.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *