Hiroshi Bogéa On line

Jordy e Josy

 

 

“Chupando” integralmente do Flanar, post de Marise Morbach:

 

Poderia ser o título de um filme. Poderia ser uma estória de amor. Poderia ser o começo de um grande romance. Mas não. Virou manchete de jornal. Vai tirar votos. Vai participar do movimento feminista. Vai produzir  preconceito. Vai responder a processo. Vai dar pano prás mangas. Vai ser caso de  policia. Vai servir de alerta. Vai transformar  todos em vitimas. Vai encarcerar o prazer. Vai diminuir a libido. Vai escancarar os dilemas. Vai dizer que não tinha camisinha. Vai dizer que foi esquecimento. Vai jurar que não dá prá pagar. Vai pedir pensão. Vai dizer que é imoral. Vai pensar em abortar.Vai dizer que não dá mais. Vai jurar que é eterno. Vai negar. Vai sim. Vai não: Mas já deu!
Post de 

6 Comentários

  1. wanderley mota

    14 de maio de 2012 - 05:39 - 5:39
    Reply

    Abigail,parabéns disse tudo e de maneira sublime, preservou o sentimento “Amor” em relações saudáveis,nessa;não tinha.

  2. Anônimo

    13 de maio de 2012 - 16:51 - 16:51
    Reply

    Isso não é baixaria. Isso é mostrar a verdadeira cara do Jordy que quer enganar o povo com aquela cara de falso moralista. Defensor dos direitos humanos, que de defensor ele não tem nada quando diz para a moça que não tem condições de ter um filho que a maneira de se livrar da criança é ela fazer o aborto. Ainda é um irresponsável que sai fazendo filho e depois não que arcar com as suas responsabilidades. As pessoas de bem jamais vão votar numa pessoa deste nível que ainda diz que o filho não é seu, querendo denegrir a imagem de uma mulher.

  3. Cidadão de Tucuruí

    13 de maio de 2012 - 14:59 - 14:59
    Reply

    Junto com o jornal O Liberal de hoje, domingo 13/05, foram distribuídas uma revista-encarte, denominada TUCURUÍ A CIDADE DA ENERGIA, numa descarada propaganda eleitoral antecipada perpetrada pelo pior prefeito que já ocupou a Prefeitura de Tucuruí em todos os tempos. Propaganda enganosa que pode iludir pessoas que não moram em Tucuruí, cidade que tem a quarta maior arrecadação do Pará e não tem agulha de injeção nos postos de saúde, entre tantas outras faltas. Falta água, falta asfalto, falta saneamento, faltam remédios, falta hospital, falta iluminação publica, falta vergonha na cara por parte dos vereadores que defendem o prefeito, falta transparência nos gastos da prefeitura, inclusive com propaganda enganosa, só não falta tinta amarela para pintar obras federais, estaduais e dos governos passados como se fossem da atual desaministração municipal. Ainda têm o desplante de enganar com informação de a tiragem foi de somente 15.000 exemplares, quanto só na capital a distribuição de O Liberal é de pelo menos 20 vezes mais. É MUITA CARA DE PAU DESTE PREFEITO ÉTICO PADRÃO JORDY! Quem mora em Tucuruí sabe que tudo que é mostrado na “revista” é mentira! Quem pagou e quanto foi pago ao O Liberal pela impressão da revista?

  4. Anônimo

    13 de maio de 2012 - 11:37 - 11:37
    Reply

    vcs lembram,que na campanha para governo do estado do Pará.Os Tucanos criticavam a Ana Júlia em ter perdido jogos da copa para Manaus e ensinuavam que o estado escolhido era inferior.Agora na propaganda partidária Zenaldo pede que lutamos para que nos possamos ultrapassar Manáus.é cada dia me supreendo.

  5. anônimo

    12 de maio de 2012 - 23:26 - 23:26
    Reply

    É, meu caro Hiroshi,
    O que temos assistido ultimamente no Brasil, são mascaras sendo caidas
    dos ” paladinos da moralidade “, os mais recentes : Senador Demosthenes
    Torres (GO), e o Dep. Federal Arnaldo Jordy- PPS-PA, mais conhecido pelo
    BORDÃO, usado para identificar o seu ” PARTIDO FICHA LIMPA”. Put….q….par….! Quem serão os próximos ? Que “bela” homenagem, essa atitude do Dep. Jordy ” Ficha Limpa “, para reverenciar as Mulheres Paraenses, pelo seu dia 13/05.

  6. Abigail

    12 de maio de 2012 - 22:36 - 22:36
    Reply

    Já deu nojo de toda essa estória!!!
    Nenhum dos dois procedeu de forma respeitosa. Ele deixou uma imagem de homem leviano, conquistador de mulheres jovens, abusador de um corpo fresquinho, procurando prazeres carnais, usando seu prestigio para fascinar mulheres sonhadoras.
    Ela gravou uma conversa íntima??? Que absurdo! Não se preservou, expôs seus sentimentos publicamente, não bastava estar sendo rejeitada pelo homem que um dia foi seu? Já não era dor bastante?
    Se gravou era porque não tinha boas intenções. É trágico ser rejeitada pelo homem que amamos, mas agir dessa forma não o traria de volta. Assumir somente para ele que sempre o amará, zelar pelas boas lembranças, se abrir para o diálogo, mesmo que difícil, portar-se com dignidade diante do sofrimento, com certeza o desarmaria muito mais.
    Quem sabe até não teriam mais uma chance? Quem sabe não ensinaria a ele a força que um amor de verdade possui? Quem sabe não o faria sentir vergonha de ser tão canalha com uma mulher de verdade?
    Me recuso a acompanhar essa estória. É feia, mesquinha, humilhante.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *