JBS pressionada a acabar de vez com mau cheiro

Publicado em 31 de maio de 2012

 

 

Permanecem reunidos, na sede do frigorífico JBS, dirigentes de órgãos públicos e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá, Mauro Souza, discutindo a interminável novela do insuportável odor emanado das dependências industriais do frigorífico.

Devido ao crescente volume de denúncias que não param de chegar aos órgãos ambientais e consequente cobrança ao Frigorífico JBS Couros S/A para que sua direção tome medidas enérgicas para eliminar o mau cheiro que exala de seu curtume, a reunião desta tarde tem por finalidade exigir uma solução definitiva da empresa.

Com a chegada do verão,  quando a falta de chuvas faz aumentar o mau odor originário  do curtume, a população não se conforma com as medidas sempre paliativas anunciadas a cada reunião  realizada, exigindo agora um ponto final à questão.

Na sede da JBS, além de dirigentes da empresa, engrossam a reunião representantes do ministério Público, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Conselho Municipal de Meio Ambiente e a ACIM.