Recomendando cautelas, Jatene põe fé na siderúrgica de Marabá.

 

Em post publicado em seu Facebook, governador Simão Jatene tem esperança da siderúrgica de Marabá se tornar realidade.

Mas pede cautelas, “para evitar a reprodução de expectativas dramaticamente frustadas, como ocorreu no passado”.

Íntegra da mensagem do governador:

 

Amigas e amigos,

Nesta sexta-feira, demos mais um importante passo para a concretização de um objetivo que há muito tempo perseguimos em nosso Estado, que é a verticalização da produção do ferro, o que resultará em mais emprego, renda e, consequentemente, mais e melhores serviços prestados para a população.

Com a cautela necessária para evitar a reprodução de expectativas dramaticamente frustadas, como ocorreu no passado, assinamos um protocolo de intenções de investimentos com atribuições, deveres, direitos, etc., entre o Governo do Estado, a Vale e a empresa Cevital, que integra o maior grupo privado da Argélia e está iniciando suas atividades no Brasil investindo e apostando em nosso Estado, o que muito nos orgulha.

É claro que um empreendimento deste porte não se realiza apenas com vontade política. É necessário, sim, ter viabilidade econômica, pois envolve um volume de recursos expressivo. Desse modo, é importante que nasça entranhado não apenas nos desejos dos seus principais atores, mas no seio da própria sociedade. É importante que a população acompanhe cada etapa. Nesse sentido, há alguns meses promovemos um encontro que reuniu os investidores e representantes do município de Marabá e região, quando foram definidos os estudos à serem realizados.

Na última sexta, numa reunião com maior presença e representatividade, foram apontadas não apenas em que condições o projeto se torna viável mas, pra nossa satisfação, ficou registrado que os principais condicionamentos foram superados, restando apenas alguns detalhes para que o projeto seja iniciado.

O Estado, apesar do lamentável e grave momento vivido pelo País, vem buscando criar um ambiente favorável para as duas empresas, e faço questão de registrar e agradecer a grande flexibilidade e disposição que ambas tem demonstrado nas negociações, objetivando criar todas as condições para que a Cevital possa começar a implantar o projeto ainda este ano. Do mesmo modo, registro e agradeço a participação dos representantes de Marabá e região, e especialmente a grande presença do parlamento que tem se mostrado atento e solidário nessa questão que interessa a todos paraenses.

Amigas e amigos,

Finalizando, quero reafirmar que vamos continuar trabalhando e unindo esforços para, em breve, podermos avançar mais e dar um novo passo no rumo da verticalização mineral e dinamização da nossa economia, o que certamente contribuirá, e muito, para uma melhor qualidade de vida dos paraenses.