Hiroshi Bogéa On line

Jatene fala para o Sudeste

Falando à Rádio Clube de Marabá, esta manhã, Simão Jatene deu ênfase a quatro  temas:

1- Combater com dureza o crime organizado no Sul do Pará, particularmente,  quadrilhas que vem assaltando agências bancárias. Para isso, fixará forte policiamento nas fronteiras com os Estados do Tocantins e Mato Grosso para atuação consistente realizando blitzen e revista obrigatório a todo tipo de veículo que cruzar os limites do Pará.

2- Ratificou compromisso de implantação da Faculdade de Medicina – reivindicação antiga da sociedade, para a formação de médicos na região. Essa faculdade, a propósito, é uma das bandeiras de luta do deputado estadual João Salame (PPS).

3- Anunciou estar aberto ao diálogo com a prefeitura de Marabá para melhorar o atendimento no Hospital Municipal e prometeu investir mais no Hospital Regional, dedicado a média e alta complexidade.

4- Pontificou posição de rever convênios de locação das viaturas que estão atendendo ao programa Rede de Proteção ao Cidadão. Não disse se vai ou não rever os contratos, mas entende ser necessário, pelo menos, discutir o modelo de carros usados no programa, segundo ele, não recomendável para a função.

Post de 

9 Comentários

  1. Claudio

    1 de julho de 2011 - 22:08 - 22:08
    Reply

    Gostaria de saber se o JATENE enquanto governador tem algum compromisso com o Sul/Sudeste do Pará.
    Lamentavel que este senhor esteja a seis meses no poder e até agora não deu um passo para se mostrar aos cidadãos paraenses natos e não natos. todo. Na cabeça dele o PARÁ já esta DIVIDIDO.
    Nunca confieie nele como governador e a mesma opinião tinha da Ana Julia. A diferença é que esta aparentava ter boas intenções para conosco.
    Se na cabeça do Sr. Governador JÁ EXISTE UMA DIVISÃO DE FATO DO ESTADO DO PARÁ como cidadões desprestigiados precisamos torna-la DE DIREITO.
    “E os nossos deputados, represetantes regionais, por nós eleitos!!! “A troco de quê?” Trocaram seus cargos legislativos por cadeira no executivo, pior, esqueceram do povo e trabalham para si mesmo.
    É uma vergonha e um desrespeito com o povo. Nossos principais representantes na camera federal e estadual terem desviado de foco e estarem atrelado a um governo ineficaz e desatento as necesidades de nosso povo. Este é a imagem da INDIGNAÇÃO De um eleitor e acima de tudo um cidadão inconformado com tanto descaso.

  2. Claudio

    1 de julho de 2011 - 21:48 - 21:48
    Reply

    Gostaria de saber se o JATENE enquanto goernador tem algum compromisso com o Sul/Sudeste do Pará.
    Acho lamentavel que este senhor esteja a seis meses no poder e até agora não deu um passo para se mostrar aos cidadãos paraenses natos e não natos pois ele não é governador domente do norte do estado e sim do todo.
    Nunca confieie nele como governador, a mesma opinião tinha da Ana Julia. A diferença é que a outra aparentava ter boas intenções para conosco.
    A impressão que fica é que na cabeça do Sr. Governador JÁ EXISTE UMA DIVISÃO DE FATO DO ESTADO DO PARÁ e como cidadões desprestigiados precisamos tornar esta divisão de Direito.
    E os nossos deputados, represetantes regionais!!! Trocaram seus cargos legislativos por cadeira no executivo, “a troco de quê?” por enquanto parecem que estão trabalhando para si mesmo e não para o povo.

    Considero uma vergonha e um desrespeito com o povo. Nossos prinicpais representantes na camera federal e estadual terem desviado de foco e estarem atrelado a um governo ineficaz e desatento as necesidades de nosso povo.

    De um eleitor e acima de tudo um cidadão indignado com tanto descaso.

  3. Anonymous

    15 de fevereiro de 2011 - 00:35 - 0:35
    Reply

    Hiroshy,
    A escritora Carlota Carvalho, em seu livro o "sertão",em 1914, já narrava a revolta dos Marabaenses, com o descaso do Governo, em relação a segurança e a saúde. ou seja a questão é muito antiga. Não tem jeito. Carajás Neles.
    Jorge Couto

  4. Anonymous

    14 de fevereiro de 2011 - 02:15 - 2:15
    Reply

    Hiroshy,
    O Médico Joaquim Ramos, ortopedista, conceituado em Belem, quase perde a vida, junto com a familia, após Sequestro, em Belém.Por pouco, não acontece o que conteceu com o outro médico Salvador Namias, que perdeu a vida, após um assalto.
    Pedro Santos

  5. Anonymous

    13 de fevereiro de 2011 - 01:50 - 1:50
    Reply

    Hiroshy,
    A proposta do Jatene, para a area de Saúde de marabá,é piada, convenhamos, essa turma de Belém, não está interessada, em investir na região. Acredito, que o Simão Jatene, fará de tudo para inviabilizar a Siderurgica em Marabá, para não fortalecer o movimento em favor do Estado de Carajás. Prestem atençao, que o jatene, pouco ou nada fala sobre a Siderurgica. E a primeira providência,foi colocar o Zenaldo Coutinho, na Casa Civil, e a segunda, será oferecer cargos e DAS, a pessoas, que estão a frente do movimento.outra coisa, o Deputado João salame, virou o vice lider do Governo, na assembleia. Lembrem-se que o Almir Gabriel, já utilizou a mesma estrategia, e na época, o Jatene, era o supersecretario do Almir Gabriel. é que as pessoas, as vezes, tem a memória, muito curta.
    Nazildo Pena

  6. Anonymous

    12 de fevereiro de 2011 - 17:06 - 17:06
    Reply

    Não fosse trágico, seria cômico. Dizer que investir em saúde pública na região do Estado de Carajás, poderá ser, uma possível parceria para colaborar para tirar do caos o atendimento básico da média e alta complexidade no HMM, um possível e abstrato investimento no Hospital Regional (em que?) e uma possibilidade de implantar uma faculdade de medicina, realmente é uma perspectiva muito aquém do mínimo que se poderia fazer para melhor o atendimento aos usuários do SUS em unidades básicas de saúde.
    Falar em possibilidade de dialogar com Marabá para ajudar no funcionamento do HMM, não atende a todos os municípios que vivem crise igual ou pior que Marabá.
    Na verdade o governo precisa melhorar é o apoio no financiamento das ações de atenção básica de saúde nos municípios, além de obras estruturais na rede de saneamento básico em água, esgoto e pavimentação de vias públicas.
    Colocar mais médico no Hospital apenas atenua uma situação caótica, mas os doentes de dengue, hipertensão, diabetes, dst/aids, câncer e etc continuarão aumentando as filas nos hospitais que continuarão sem condições mínimas de funcionamento.
    Abçs.

  7. Anonymous

    12 de fevereiro de 2011 - 16:02 - 16:02
    Reply

    A Midia de Marabá, deveria fazer um desafio ao Simão Jatene, como ele
    baixou Decreto, para conter gastos, retirando gratificações de servidores, o reporter, teria que perguntar ao Simão,caso o objetivo mesmo, fosse o de conter gastos, se ele abriria mão dos vinte e quatro mil reais, que recebe como pensão de ex-governador, em troca do salário de quinze mil,valor que recebe um Governador. Aposta que ele, não toparia. pimenta no dos outros, é fácil.
    Marileno Barbosa

  8. Anonymous

    12 de fevereiro de 2011 - 02:11 - 2:11
    Reply

    Coitado de Marabá, com esse senhor no Poder, uma vez que ele, não gosta de Marabá, e ainda, utiliza a Rádio, do ficha suja, para mentir á população.
    Tales Peixoto

  9. Anonymous

    11 de fevereiro de 2011 - 20:39 - 20:39
    Reply

    Hiroshy,
    O Simão Lorota, tem é que explicar para a população, porque ele e o PSDB, passaram Dez anos, sem realizar concurso para a Policia, e a conseuência é o caos que estamos vivendo. Isso tudo, é a consequência da mâ gestão do Simão, nos sucessivos Governos do PSDB.
    Carlos Prestes

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *