Hiroshi Bogéa On line

Jader Barbalho responde a Bolsonaro em forte discurso no Senado

 

 

— O Duque de Caxias é o Patrono do Exército. Ele ganhou esse título como “O Pacificador”. É fundamental que os generais que cercam o presidente da República e os outros generais que são responsáveis pelas Forças Armadas se reúnam com o presidente para dizer “olha, o Pacificador era o Duque de Caxias”, porque o que nós estamos vendo, depois de toda a colaboração do Congresso, é um absurdo. Vou reler, neste final de semana, a história de Duque de Caxias. Não sei se o presidente Bolsonaro é dado à leitura, tenho dúvidas, mas os generais que o cercam devem saber da história de Duque de Caxias, e nós devemos estar à altura do Pacificador em defesa da democracia e dos interesses do Brasil.

 

A reação acima foi do senador Jader Barbalho, ao fazer discurso em sessão remota do Senado,  defendo o Parlamento dos ataques do presidente Jair Bolsonaro.

Post de 

2 Comentários

  1. paulo victor monteiro

    19 de abril de 2020 - 08:01 - 8:01
    Reply

    Deve estar com medo de algo acon tecer com o seu menino.
    Quinta coluna.

  2. A.S.A (Apinajé)

    18 de abril de 2020 - 12:06 - 12:06
    Reply

    O que dá vida política ao Bolsonaro,é a falta de qualidade de seus oponentes,ver Jáder Barbalho se apresentar na “trincheira”oposta,é de doer,realmente chegamos ao fundo do poço,um sujeito que quando saiu do ministério da previdência deixou o maior rombo da história,suas empresas, até onde se sabe, tem dívidas tributárias e previdenciárias de mais de $250 milhões com os cofres públicos,o meliante ainda se acha no direito de levantar a voz?A narrativa tá no mínimo,fora de ordem,o “digníssimo”senador devia antes cumprir suas obrigações para depois se revestir de razão e passar a cobrar algo de alguém.
    Bolsonaro é o mais capaz para está onde está?Acho que não!Mas daí todo e qualquer político como,Jáder,Maia,Alcolumbre,Randolfe,Molon dentre outros se verem na autoridade moral para passar pito no presidente,já é demais,não podemos esquecer que Bolsonaro é fruto dos desmandos dos que o antecederam,aqueles que um dia foram esperança de um Brasil melhor e se perderam com os manjares do pode,meteram os pés pelas mãos e foram pegos no maior esquema de corrupção,que se não foi invetados por eles,e não foi!Aperfeiçoaram e multiplicaram,fazendo com que milhões passassem a parecer dinheiro de “pinga”,eu aqui mesmo no HB,por muitas vezes encerrei comentário dizendo,vai doer,agora sentimos o quanto doe,não há ruptura sem dor,o pior o remédio pode ser amargo,muito amargo!Estamos numa encruzilhada,país dividido,instituições conflagradas,no meio de uma crise sanitária,ausência de lideranças sérias,ingredientes postos,o que se avizinha é uma gigantesca crise econômica que pode nos levar a uma catástrofe social gerando distúrbios jamais imaginados em nosso país,por isso insisto,não é hora de pseudas lideranças brincar com fogo,é hora de juntar cacos e se preparar para reconstruir o Brasil que está a beira da convulsão.Vai doer,vai doer!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *