Investimentos libidinais

Publicado em 4 de setembro de 2009

Em tempos de prefeitos sodomizados, é muito grave a denúncia enviada por email detalhando os passos da vida privada de um prefeito do Pará. Como o poster tem como princípio editorial ignorar temas de ordem pessoal e familiar, a bronca ficará nos arquivos pessoais do blogueiro dado a riqueza de detalhes dos percalços supostamente cometidos pelo personagem.

Têm traços de puro surrealismo, o lance de um carro zero km, envelopado em papel de presente, romanticamente entregue a uma garota de 16 anos tida como amante do pervertido. O fato não apenas configura pedofilia institucionalizada como pode acometer o sujeito de terríveis dores de cabeça, por um bom período.

De repente, lendo o barato no Gmail, vem à memória a questão da instrumentalização erótica de gabinetes invadindo concessionárias, capitalisticamente arguindo o quero e tenho em forma de prostituição juvenil.

É o cargo público perdendo o seu glamour de essência do poder para transformar-se em espaço pornográfico de péssimo gosto.