Fraudes em licitações na Alepa

 

 

Nesta segunda-feira (18), foi protocolada pelo Ministério Público do Estado do Pará, denúncia contra sete acusados, para os crimes de falsidade ideológica, peculato, formação de quadrilha, fraude em processo licitatório e lavagem de dinheiro, ocasionados através de fraudes em licitações na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa).

Consta que o valor desviado chega a aproximadamente 270 mil reais, através de gratificações imerecidas e de fantasmas, detectados em averiguações da folha de pagamento da Alepa.

Na ação, é solicitado o sequestro de bens de todos os envolvidos e de seus cônjuges, bem como, quebra do sigilo bancário e fiscal dos mesmos. Também, possivelmente, responderão na área cível.