Interdição da BR-155 não teve incidentes

Publicado em 7 de março de 2012

 

 

A interdição da BR-155, sentido Marabá-Parauapebas, não registrou nenhum acidente grave, embora alguns motoristas tenham reclamado  do movimento  promovido por cerca de 700 mulheres – conforme informação de Mercedes Queiroz do movimentos  “Mulheres da Via Campesina.

Por volta das 10 horas, quando a rodovia foi liberada, já havia pelo menos uma filha de 5 km de veículo, em ambos os sentidos.

Fechamento da estrada ocorreu nas imediações do acesso ao Distrito Industrial de Marabá.

As manifestantes programaram o ato como parte integrante da Jornada Nacional do Movimento das Mulheres da Via Campesina, um dia antes da data alusiva ao Dia internacional da Mulher, exibindo faixas e cartazes de protesto, bem como pressionando o governo federal a reagir contra a aprovação  do Código Florestal, e denunciando a violência no campo.

O mesmo grupo de mulheres, na segunda-feira, 4, ocuparam a sede do Incra de Marabá.