Inscrições para o Enem estão abertas até o dia 21

Começaram nesta terça-feira (10) as inscrições para a edição de 2022 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A prova funciona como porta de entrada dos participantes para o ensino superior em instituições públicas em todo o país.

A inscrição é feita exclusivamente pela internet, na Página do Participante, até o próximo dia 21. A taxa de inscrição é de R$85.

A aplicação do Enem ocorre em dois dias. Neste ano, as provas estão marcadas para os dias 13 e 20 de novembro.

Clique aqui e faça sua inscrição!

Podem realizar a prova todos aqueles que concluíram o ensino médio ou estão concluindo essa etapa. Os participantes que ainda não concluíram o ensino médio também podem participar como “treineiros” e os resultados no exame servem somente para autoavaliação de conhecimentos.

Na prova, os participantes respondem a 180 questões objetivas em provas de quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Os participantes também escrevem uma redação dissertativo-argumentativa a partir de uma situação-problema.

Como usar as notas do Enem – As notas do exame podem ser usadas para concorrer a vagas em instituições federais de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e em instituições privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Elas também são aceitas em mais de 50 instituições de educação superior portuguesas.

O SiSU abre inscrições duas vezes por ano: uma no primeiro semestre, geralmente nos primeiros meses do ano, e outra no início do segundo semestre.

Para se inscrever e concorrer às vagas não há pagamento de taxas.

Durante o processo, o candidato escolhe até duas opções de curso, sendo possível alterar suas opções durante o período de inscrições.

Dentro da plataforma o candidato encontra as universidades inscritas no sistema e seus respectivos cursos, com o número de vagas a serem ofertadas.

Elas são distribuídas obedecendo a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012).

Como política de ações afirmativas, algumas instituições de ensino superior oferecem vagas reservadas aos candidatos que se enquadram naquele tipo de cota. Outras adotam bônus na nota do candidato.