Inferno às margens

Publicado em 5 de maio de 2007

O MST decidiu radicalizar de vez. No trecho da rodovia que liga Eldorado a Parauapebas, o território passou a ser controlado, a partir da tarde de sexta-feira (5), por um grupo de sem-terras arvorados e decididos a medir o poder de governabilidade do PT. Afora ameaças endereçadas a motoristas diversos que tentavam cruzar com medo o trecho de 70 km, diante das dificuldades interpostas pelo movimento à beira da estrada, a provocação maior se consolidou a partir da agressiva ação de destruição total de dois caminhões -, ambos identificados pelo MST como símbolos do latifúndio e da impunidade no campo. Dois veículos, um da Bertin e outro do Grupo Goiás, foram incendiados quando trafegavam em sentido contrário.