Hiroshi Bogéa On line

Indígenas liberam Transamazônica

Desde o final da tarde de ontem, 30, o tráfego pela  rodovia Transamazônica, à altura  do entorno de Belo Monte, em Altamira, está liberado.

A desocupação da via federal  foi anunciada pelas lideranças indígenas que  coordenavam o protesto contra a empresa construtora da usina hidrelétrica de Belo Monte.

O movimento durou três dias.

Os caciques só aceitaram liberar a rodovia com a garantia de uma reunião, marcada para a próxima quarta-feira (6), com a direção do consórcio  Norte Energia e a  Funai.

Os caciques reclamaram da longa espera por uma resposta, mas concordaram em discutir a pauta com a empresa para tratar sobre atraso nas chamadas condicionantes, obras de melhorias prometidas para as aldeias.

Assim que os indígenas deixaram o local do protesto, os ônibus que estavam no meio da pista foram retirados e o fluxo de veículos no trecho foi normalizado.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *