Hiroshi Bogéa On line

Indígenas liberam ferrovia da Vale

 

 

Da Assessoria de Comunicação da Vale, recebemos para  publicação:

 

A Vale informa que retomou na madrugada desta sexta-feira, 5 de outubro, as operações de transporte de carga na Estrada de Ferro Carajás (EFC). O Trem de Passageiros também voltará a circular, partindo neste sábado da estação de São Luis (MA) com destino a Parauapebas (PA).

A empresa obteve na noite de quarta-feira, 3 de outubro, liminar da 5ª Vara da Justiça Federal de São Luís determinando o imediato desbloqueio da Estrada de Ferro Carajás. Na manhã da última terça-feira, 2 de outubro, indígenas das comunidades Guajajaras e Awá-Guajá bloquearam a ferrovia no km 289, entre os povoados maranhenses de Mineirinho e Auzilândia, no município de Alto Alegre do Pindaré (MA). O ato se deu em protesto contra a Portaria 303 da Advocacia Geral da União, que trata sobre a salvaguarda de direitos indígenas. A manifestação não teve relação com a Vale.

A Vale reitera o seu repúdio a atos arbitrários e violentos de invasão da ferrovia e informa que pedirá à Policia Federal e ao Ministério Publico a apuração da autoria e materialidade do crime de perigo de desastre ferroviário, entre outros.

Post de 

3 Comentários

  1. Brasileiro?

    7 de outubro de 2012 - 14:11 - 14:11
    Reply

    É incompreensível ver pessoas com tanta ignorancia e burrice ao mesmo tempo! O anônimo que tem a coragem de criticar as ações de revindicações tanto populares quanto a dos indigenas e faz este tipo de comentário, não passa d mediocre e idiota, pois se ao menos tivesse um pingo de entendimento saberia e até agradeceria as estas pessoas pela coragem de fazerem faler seus direitos. Quando não se tem saude, educação, saneamento e tantos outros direitos que são retirados de todos nós, é por culpa de idiotas como este anonimo que nem ao menos sabe o que está falando. Portanto, recomendo que fique calado.

  2. pergunta

    5 de outubro de 2012 - 15:05 - 15:05
    Reply

    ei Hiroshi, é verdade q um vereador de Marabá foi preso pela PF enquanto doava objetos? (não posso dizer o nome dele)

  3. Anônimo

    5 de outubro de 2012 - 14:12 - 14:12
    Reply

    País sem comando,não se respeita o direito constitucional de quem trabalha e paga imposto, desocupados sejam índios ou os tais eternamente “sem terra” ou quem quer que seja obstruindo ferrovias,rodovias. Até quando ? Não tem governo ? Não jurou fazer cumprir a constituição ? Cansa, não cansa ?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *