Incêndio destrói CD do Grupo Leolar

Publicado em 13 de dezembro de 2010

Tragédia sem precedente.

Assim pode ser descrito o incêndio que destruiu o depósito central do Grupo Leolar, localizado à Folha 29, do Núcleo Nova Marabá.

Sinistro de causa ainda não identificada ocorreu na madrugada desta segunda-feira.

O fogo destrutiu todo estoque varejista das lojas de magazine do grupo cujo centro de distribuição possuia mais de 20.000 m2 de área construída.

O CD (centro de distribuição) é responsável pelo abastecimento das mais de 40 lojas do Grupo Leolar.

Durante incêndio, vândalos e bandidos chegaram a saquear alguns caminhões que haviam chegado do sul do país lotados de mercadorias (geladeiras, centrais de ar, ventiladores, equipamentos de som,  etc.) e que se encontravam estacionados à frente do CD para descarregamento na manhã desta segunda-feira.

Apenas as quatro paredes do CD ficaram de pé. O fogo levou abaixo a estrutura metálica com sua cobertura, queimando o extraordinário estoque de mercadorias existente.

Nos anos 80, incêndio com as mesmas características destruíu o depósito de uma das maiores lojas de eletrodomésticos de Marabá daquela época, a Concilar. Só que o sinistro de hoje, pelo tamanho do imóvel destruído, é bem mais impactante.

CD da Leolar. Hoje pela manhã, rescaldo do fogo ainda era debelado…..

… pelo Corpo de Bombeiros de Marabá.

Internamente, nada sobrou do CD. Teto ao chão, destroços de ferragens espalhados. Todo estoque de mercadorias consumido pelo fogo.

———————

atualização às 15:30

Onde se lê “mais de 40 lojas”, o correto é considerar  mais de 60 lojas.