II Mostra de Cinema Infantil no Dia das Crianças

Publicado em 8 de outubro de 2011

 

 

O Dia da Criança vai ficar mais do que animado este ano em Belém. No próximo dia 12 de outubro, a Livraria Saraiva promoverá uma prévia da BACURI – II MOSTRA DE CINEMA INFANTIL, oferecendo uma opção diferenciada para quem curte cinema desde a mais tenra idade. Iniciando às 15h, no Espaço Benedito Nunes, a programação conta com a exibição de curtas-metragens dos animação paraenses “Visagem”, de Roger Elarrat, “O Menino Urubu”, de Fernando Alves e “O Rapto do Peixe Boi”, de Cássio Tavernard e com duas oficinas de Zootrópico e FlipBook, logo após a exibição dos filmes. Tudo com entrada franca.

Vai ser a oportunidade para já ir sentindo o gostinho da mostra que acontecerá de 25 a 29 de outubro, no Centro Cultural Sesc Boulevard, trazendo dezenas de filmes de animação além de oficinas com Wilson Lazaretti (Oficina de sombras chinesas); Mauricio Squarisi (Oficina de desenho animado) e Anselmo Carvalho (Oficina de trilha sonora – música e efeitos), ambos integrantes e fundadores do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas/ SP e profissionais na área de cinema de animação.

Projeto pioneiro na região Norte do Brasil, a BACURI – I MOSTRA DE CINEMA INFANTIL iniciou sua 1ª edição em Belém e no município de Barcarena, no Pará, no mês de julho de 2010, tendo como foco o estímulo do público infanto-juvenil as sala de cinema e a participarem de oficinas com professores renomados na área para aprender as técnicas da produção do Cinema de Animação. A 2ª edição tem patrocínio dos Correios e Governo Federal, realização do Instituto Amazônico de gestão Urbana e Ambiental – IAGUA, idealização da Comadre Produções Cinematográficas e Apoio do Centro Cultural SESS Boulevard, SESC Pará, National Film Board (NFB), Consulado do Canadá e G2 Comunicações.

A idéia do evento é trazer ao público infantil uma mostra de filmesde qualidade técnica e conteúdo apropriado, apresentados no formato de curta-metragem, além das oficinas de animação que incentivarão a criatividade das crianças entre 03 e 12 anos, através do cinema. “Nesta segunda edição contaremos novamente com o apoio do Consulado do Canadá e da NFB (National Fim Board) para a apresentação de filmes do diretor russo Co Hoedeman, que entre seus curtas de animação, ganhou um Oscar pelo filme: “The Sande Castle”, explica a produtora executiva do evento, Paula Macedo.

Entre outras novidades, paralelamente à mostra que será realizada no Centro Cultura Sesc Boulevard, este ano a Bacuri também estende suas ações ao Hospital Estadual Ophyr Loyola, onde serão oferecidas uma oficina e a exibição de filmes para as crianças e adolescentes que estão em tratamento de câncer.

OS FILMES – CURTAS PARAENSES

“Visagem” – animação em stop-motion de 11 minutos. Walcyr Monteiro é a base do roteiro, que percorre por várias narrativas populares de terror e mistério da sua série de contos “Visagens e Assombrações de Belém”. No curta, dois amigos apostam sobre quem teria coragem de acender uma vela no centro de um antigo cemitério, no meio da madrugada. Quem já leu essas histórias vai se familiarizar rapidamente com as situações protagonizadas pela dupla.

O Rapto do Peixe Boi – Caranguejo, Camarão e Candirus partem em uma aventura para resgatar seu amigo, o Peixe-Boi, responsável por transportar o Pipipipiramutaba, a grande aparelhagem de som! Que surpresas encontrarão no caminho? Será que vai dar tempo de preparar tudo para a próxima festa? Descubra nessa animação tipicamente paraense, escrita e dirigida por Cássio Tavernard e Rodrigo Aben-Athar.

O Menino Urubu – “O Menino Urubu” conta a história de um bebê abandonado em um depósito de lixo e que é adotado por um casal de urubus. O filme foi o primeiro curta de animação a representar o Pará no Festival de Gramado e vencedor do prêmio de melhor curta de animação paraense no Curta Pará Cine Brasil de 2006.

Serviço
Prévia da Bacuri – II Mostra de Cinema Infantil – dia 12 de outubro, no espaço Benedito Nunes – Livraria Saraiva do shopping Boulevard. Das 15h às 17h com exibição de curtas metragens de animação paraenses e oficinas de Zootrópico e FlipBook. Entrada franca.

 

Com informação de Luciana Medeiros