Hiroshi Bogéa On line

Igarapés assassinados

A degradação dos igarapés e rios do Sul-Sudeste é cada vez mais acentuada. No entorno dos municípios onde a atividade garimpeira já foi ou ainda é meio de sobrevivência de comunidades, a água dos igarapés não pode ser captada nem para tratamento tal à alta quantidade de sedimentos transportados naqueles corpos d’água.
Este poster viu de perto as dificuldades que as prefeituras de Curionópolis e Eldorado do Carajás tem para manter em funcionamento sistemas deficientes de abastecimento a domicílio de água potável, cujo responsabilidade da rede de distribuição é das secretarias de Obras dos dois municípios.
Em Curionópolis, águas poluídas do rio Jacarezinho, que nasce nas proximidades de Serra Pelada, não possuem condições adequadas para o consumo humano. O mesmo ocorre em Eldorado com o rio Vermelho que cruza a cidade. Para abastecer suas populações, as prefeituras utilizam a captação em poços artesianos – sistema caríssimo e na maioria das vezes com vazão insuficiente para atender a demanda.
Bens da natureza, os igarapés estão quase mortos. Assassinados pela fúria ambiciosa do homem.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *