Hiroshi Bogéa On line

Ibope: paraenses seriam contra divisão

 

Suposta pesquisa do Ibope encomendada pelo governo do Estado  sobre a divisão do Pará, aponta maioria folgada contrária à criação de Carajás e Tapajós. Levantamento teria ouvido 1.200 pessoas em municípios de todas as regiões.

64% disseram não à divisão; 27% aprovam a iniciativa, e o restante aponta não ter opinião ainda formada sobre o tema.

Detalhe: perguntados se já tinham ouvido falar a respeito da  divisão do Pará, 62% confirmaram – enquanto 33% responderam que não.

Paulo Bemerguy é quem apresenta detalhes sobre essa pesquisa.

Post de 

95 Comentários

  1. josé das graças ribeiro

    30 de março de 2013 - 14:56 - 14:56
    Reply

    Já passaram quase três anos depois do plebiscito tapajós e carajás não deram o direito de decidir nosso destino e nada aconteceu por conta dos nossos municípios esqueceram de nos?

  2. jose das gracas ribeiro

    21 de dezembro de 2011 - 10:27 - 10:27
    Reply

    Lucas o povo que voce se referecom certeza nao conhece o carajas e muitto menos o tapajos se nao voce nao vinha com essa frase dse efeito qque a voz do povo e a voz de deus agora voce analisa a voz do povo do tapajos e carajas .

  3. Jordana pedroso

    20 de dezembro de 2011 - 14:50 - 14:50
    Reply

    A voz do povo e a voz de deus. Totalmente erraso eu ate no suporto nem ouvir essa frase. Se a voz do povo e a voz de deus jesus nao iria morrer por nos. Por que justamente todo o povo gritavam que jesus deveria se morrer. Ninguem tem a vox de deus. Por que todos nos temos pecados.

  4. Lucas

    20 de dezembro de 2011 - 14:23 - 14:23
    Reply

    a voz do povo é a voz de Deus

  5. Jordana pedroso

    17 de dezembro de 2011 - 13:17 - 13:17
    Reply

    É porque o meu nome não é comum de se ver e de se fala´todo mundo erra. O senhor deveria se torna um politico por que voce não se alista. Nos paraense precisamos de voce para administrar o governo. Tenha um feliz natal e um prospero ano novo.

  6. jose das graças ribeiro

    16 de dezembro de 2011 - 08:05 - 8:05
    Reply

    Desculpe Jordana eu tnha percebido o erro de grafia e ia corregir. Olha Juiza voce vai ser isso eu tenho certeza agora politica voce ja faz e diga se de passagem muiticima bem.

  7. Jordana pedroso

    15 de dezembro de 2011 - 14:37 - 14:37
    Reply

    Ha meu nome é jordana e não jordania

  8. Jordana pedroso

    14 de dezembro de 2011 - 20:28 - 20:28
    Reply

    Meu pai faz tratamento no saude da mulher. Quem saiba alguns anos eu me torno juiza ou um polico para tentar resolver os problemas que nos passamos aqui no oeste do pará. Obrigada pelo elogio.

  9. jose das graças ribeiro

    12 de dezembro de 2011 - 17:09 - 17:09
    Reply

    Parabens Jordania eu moro aqui pertinho de voce aqui em Ruropolis olha nos so perdemos a batalha nao perdemos a guerra pessas como voce que o nosso Brasil precisa pelo que eu entendir so tem 17 aninhos e uma menina com muita inteligencia. Olha Jordania eu tenho 44 ha mais que voce e fico muito orgolhoso de uma serta foma conhecer uma pessoa como voce. Jordania uma coisa tenha serteza apartir do dia 11/12/2011 a nossa regiao nunca mais serar a mesma. Minha cara Jordania eu sinto muito pelo seu desejo de coraçao que ele se recupere desse mal que eu sei muito bem o que pois quando morava em Itaituba estive com minha falecida esposa fazendo tramento de cancer no Hospital Ofir Loiolla.

  10. Jordana pedroso

    10 de dezembro de 2011 - 23:47 - 23:47
    Reply

    Dizem que ninguem quer dividir o brasil. Mas o brasil ja foi dividido, para quem nao sabe o brasil era dividido primeiro em capitanias hereditarias e hj temos mais de 20 estados e um distrito federal. E quermos emancipar tapajos e carajas. Depos os que sao contra a divisao dizem que nos nao temos argumentos. Mas nós temos e muitos voces que nao tem .

  11. Jordana pedroso

    10 de dezembro de 2011 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Sou de santarem e não nego que sou daqui. Atualmente tenho 17 anos e sei o que quero ser da minha vida. Quero ser juiza de execuçao penal. Mas espero que o estado do tapajos se emancipe, pois quero fazer uma boa faculdade pois áqui não tem boas faculdades, tbm tenho vontade de fazer intercambio nos estados unidos so que o porem santarem nao consulado nem embaixada, mas belem tem diversas como a do chile na augusto montenegro a do estados unidos na oswaldo cruz e aqui nao tem nada. Por isso eu quero a divisao do estado para eu e outros ter uma educaçao digna, que nos povo do oeste do pará merecemos.

  12. Jordana pedroso

    10 de dezembro de 2011 - 22:49 - 22:49
    Reply

    Obrigada jose das graças, pelo apoio, é que pessoas como voces continuem empenhados para eleiçao de amanha. Vote 77. Por que nos queremos uma vida melhor para todos.

  13. Jordana pedroso

    10 de dezembro de 2011 - 22:45 - 22:45
    Reply

    Meu voto é sim, se nós perdemos estaremos de cabeça erguida, caso ao contrario voces irão chorar. Vote 77

  14. Jordana pedroso

    10 de dezembro de 2011 - 22:30 - 22:30
    Reply

    Todo mundo falam que as pessoas do oeste do pará não conhecmr belem, eu conheço e muito bem, todo mes eu to viajando para ir. Sabe por que? Por que, meu pai tem cancêr e em santarem nao tem tratamento para ele se tratar. Santarem é abandonada pelo poder publico, aqui temos hospital regional, mas so e faixada. Muitos morrem. Pq a fila e grande. Nos esperamos 3 meses para receber um exame enquando em belem no outro dia nos recebemos. As pessoas que votam no nao elas nao tem sentimentos. Nao pensam na nossa saudem. Dizem que o para tem boas faculdade. Mentira a melhor faculdade e a usp que agora esta se acabando. O asfalto aqui de santarem e so buracos enquanto em belem o asfalto e perfeito que eu ate vi uma ferrari passar, pensem na gente vote 77

  15. isaias aguiar

    10 de dezembro de 2011 - 20:49 - 20:49
    Reply

    nâo e nâo ninguem divide o pará

  16. Reginaldo Coelho

    10 de dezembro de 2011 - 16:21 - 16:21
    Reply

    Infelizmente ainda existem pessoas como o Sandro, onde uma coisa séria, que pode decidir o futuro de muitos para o bem ou para o mal é motivo de disputa e brincadeira. Este sequer tem argumentos para se posicionar e se comporta como aqueles: “eu vou votar pq quero que o meu lado ganhe”. É por causa disso que o Pará está mal representado a tempos, ficando atrás de outros estados menores na questão de desenvolvimento humano. Não é a toa que Belém ficou fora da copa do mundo como sede!

  17. Sandro

    10 de dezembro de 2011 - 00:25 - 0:25
    Reply

    Vamos lá Povo paraense!! é 55 neles! o Reginaldo ta desesperado!! kkk… Calma Reginaldo olha o coração! Último ibope: 65% NÃO e 27% sim! eu quero é maisssssss…

  18. Reginaldo Coelho

    9 de dezembro de 2011 - 19:24 - 19:24
    Reply

    A turma do não quer continuar com regalias as custas do atraso do povo do oeste e sudeste do Pará. Reclamam dos que vem de fora investir… hahahahaha, quem me dera que os paraenses fossem competentes. Olha os nomes que são contra a divisão e moram em Belém: Jader Barbalho, Helder Barbalho, Elcione Barbalho, Gerson Perez, Paulo Rocha, Ana Júlia, Dulciomar Costa, Wladimir Rabelo… esse é o orgulho de Belém, dos paraenses da capital!!!
    Esses são os que vem governando o Pará a anos. Parabens povo da capital, voces são bem formados politicamente. Estes que vos representam são fielmente o retrato do povo da capital!
    Por isso que eu voto SIM!!!

  19. jose das graças ribeiro

    9 de dezembro de 2011 - 11:10 - 11:10
    Reply

    Cara Jordania eu concordo com tudo que voce falou r acrecento mais se tem riquezas qui no oeste do pora foi geradas pelos forasteiros,como diz Karla Maues . Quanto o termo EMACIPACIONISTA ta correticimo por tudo issi e SIM 77 E SIM 77.

  20. Jordana

    9 de dezembro de 2011 - 08:28 - 8:28
    Reply

    Eu quero que a divisão do para seja feita, por que eu nao quero viver em meio de paraense, se eu nao tenho orgulho de ser brasileira imagina se paraense, o estado mas incopetene do brasil, onde muitos morrem, hj existe mais de mil pessoas marcadas para morrer , sabe por que ? Pq elas defendem nossas floresta, dorald stang morreu outros casal de ambientalista tbm mataram, o pará deveria deixa nos em paz, vote 77

  21. Jordana

    9 de dezembro de 2011 - 08:20 - 8:20
    Reply

    Voces falam que nos somos separatista, mas o termo correto para se falar é emacipacionista, voce sabe por que ? por que separatista significa separar para criar um país e emancipacionista significa lutar para ser livre, ou seja criar mais estados. Muitos dizem que os novos estados vao nascer deveendo, pq tem que criar o palacio do governo e isso custaria milhoes dos cofres publicos, isso todo mundo reclama, mas eu duvido se alguem vai reclama dos politicos que roubam milhoes para criar castelos na europa, ou rouba para seu proprio interresse. Vote certo, vote 77.

  22. Jordana

    8 de dezembro de 2011 - 23:20 - 23:20
    Reply

    Eu nao concordo com a karla, sou de santarem moro tambem em santarem, eu acho que a maioria das pessoas que querem votar no não , são xenofobos, vcs tem tanto preconceito com as pessoas que vem de outros estados, voces so vivem dizendo que elas roubam nosso dinheiro, eu nao concordo com voces, eles são mais preparados nos estudos do que nos paraense, por isso eles merecem ficar aqui, mas se temos tanta inveja deles, pq o governo nao investe mais em educaçao. Se nos tivessemos uma educaçao boas nos nao estavamos morrendos nas filas dos hospitas. Vc sabe pq ? Pq se tivessemos boa educaçao nos saberiamos com nos cuidar, nao teria muito acidentes no transitos, pq nos se tornariamos educados´mas o governo do para e incopetente , nos do interior precisamos de pavimentaçao principalmente da br 163 para trazer proguesso para o oeste do para´. Mas como a br nao traz beneficio para belem eles nao concluiram o asfalto. Porque os belenenses ou pararuaras nao egoista. Por isso o meu voto e sim!

  23. jose das graças ribeiro

    7 de dezembro de 2011 - 14:22 - 14:22
    Reply

    Viseu-pa ja pensou se nos forasteiros nao tivessemos a coragem de vir desbravar essas terras e ensinar voces ler e escrever? Voce sim e um filho de uma outa muito mal agradecido. E Outra coisa dividindo ou nao aqui nos vamos ficar porque essa terra nos conquismos entao nao ha nada que voce possa fazer e como disse o Zagalo voces tem que nos engolir.

  24. Viseu - Pa

    7 de dezembro de 2011 - 12:03 - 12:03
    Reply

    eu sou contra a divisão do meu Pará, tem que mandar esses filhos da puta sumir do estado do Pará e deixar nós em paz.

    meu abraço a todos os paraenses de sangue vermelhos. Que é a cor da nossa bandeira.

  25. Lucas

    3 de dezembro de 2011 - 14:36 - 14:36
    Reply

    ótimo comentário Rodrigo Souza.

  26. Francisco

    3 de dezembro de 2011 - 14:33 - 14:33
    Reply

    acabei de ver o debate, sinceramente me esclareceu muita coisa, me esclareceu que eu tava certo em ser contra, já que não tem logica criar um estado que já nasce indi vidado, onde o único recurso para ter o dinheiro é o FPE, que em momento algum os a favor da divisão reponderam de onde vem.
    e pelo que eu acabei de ser enformado. tem um deputado federam daqui da região do carajás que pelo que eu sei não fez nada pela sua própria região que é o Giovanni Queiroz.
    não sei como vão construir hospitais tendo essa divida, sei que nenhum politico vai abrir mão de seu salario pra fazer isso.

  27. Rodrigo Souza

    3 de dezembro de 2011 - 09:47 - 9:47
    Reply

    Nao faz sentido criar-se outros 2 Estados que terao mais de 30% do seu PIB interno voltados para custeio da Maquina Publica, ponto este tao combatido por todo o pais. O custeio do aparato estatal eh uma despesa que soh vai e nao volta em beneficio para a populacao. Existe uma ilusao no fato de que uma divisao poderia trazer melhorias pro Estado dividido, isso nao existe, com relacao a criacao desses 2 novos outros Estados diminuiria ainda mais a capacidade de investimento em melhorias por parte do Estado, pois a receita deste estaria totalmente empenhada em custeio do funcionalismo publico. O que precisamos fazer sao contas. Criar mais cargos publicos, inchar a maquina estatal, criar mais postos de cabides eleitorais que serao mais uma vez dominados pelas elites politicas de cada regiao, nada disso trara beneficios para a populacao. E gastar mais de 30% de todo o PIB interno de cada regiao para alimentar essa mazela, eh menos inteligente ainda. Abco.

  28. Orsa

    1 de dezembro de 2011 - 12:43 - 12:43
    Reply

    Ver o nosso estado ser dividido é um desejo de alguns que estão morando nas regiões do Pará. Já pensou! vou ser tapajoense ou vou ser carajense! ou algo assim! É tudo o que mais quero! Acho que muitos desejam mesmo a divisão! Será legal! Mas o desejo vale a pena? Você quer dividir o estado do Pará por causa de um nome? Sem que isso reflita em mudanã na sua condição social!. Uma nova unidade federativa requer mais dinheiro para organizar a estrutura administrativa do novo estado, com novos vereadores, deputados, vereadores! mas dinheiro do povo! mas gastos desnecessários! que se forem pesados na balança! é melhor não dividir! não adianta ter um desejo ufânico por nada! Você paraense tem que estar convito do que quer, do que é melhor pra você! Tem saber que não estão te vendendo gato por lebre! Você já é uma amazônida! o que tem ser feito é lutar por seus direitos diante de um governo que já existe!

  29. Haroldo

    1 de dezembro de 2011 - 10:27 - 10:27
    Reply

    Se dividir resolve problema, então vamos dividir o Brasil.

  30. helwiton queiroz

    29 de novembro de 2011 - 14:20 - 14:20
    Reply

    vamos tentar minha gente. não precisamos de belém. até porquê, quando precisamos sair de nossa cidade deixando para trás nossos filhos e esposas todo mundo só tem um objetivo que é manaus, ninguém viaja para belém. por quê não tem nada.

  31. jose das graças ribeiro

    29 de novembro de 2011 - 12:21 - 12:21
    Reply

    Caro francisco fala um pouco nessa tao cantada e decantada conquista que voce fala com tanta enfansa? (Meu voto e 77 e 77)

  32. Francisco

    28 de novembro de 2011 - 17:43 - 17:43
    Reply

    pura politicagem, conheçam o Pará conheçam Belém pra depois da uma opinião, falam tanto da gente e só pensam em vocês, não vem que Belém só sai prejudicada nisso, e Carajás como vai fazer, não tem mais a união pra pagar a divida que vai fica, ao contrario do tocantins.
    Se é pra abrirmos os olhos para o Carajás, não é fechando pra Belém que vamos resolver esse problema, muito pelo contrario, vamos tá só falindo um estado, o novo Pará, e criando um totalmente endividado, tudo por causa de meia duzia de pessoas que querem se candidatar, e sabem que não ganham se fica do jeito que tá, mais que se candidatarem não faram nada como todos os outros políticos.
    pelo contrario que dizem do Pará, o Pará cresce sim, só que é obvio que problemas existem como em todos os outros lugares. Por que não olham o que conquistamos.

  33. wagner carlos

    27 de novembro de 2011 - 18:57 - 18:57
    Reply

    Saem do deserto mudem suas historias……votem a favor da divisão do estado…..o estado do pará é um dos estados mais pobre do Brasil, tem umas das menores rendas percaptas do pais, mudem suas historias…..

  34. wagner carlos

    27 de novembro de 2011 - 18:54 - 18:54
    Reply

    bando de ignorantes, moro em Brasilia. Vocês estão parecendo o povo que vivia no deserto, Moisés queria tirar aquele povo e eles insistiam em permanecer no deserto, assim parece esta população ignorando do Pará.

  35. Reginaldo Coelho

    24 de novembro de 2011 - 14:15 - 14:15
    Reply

    Tá na hora da região metropolitana andar com as próprias pernas e não no conforto as custas do suor e trabalho do povo do tapajós e carajás. Estão mais preocupado com o que vão perder do que com o esquecimento em que vivem estas pessoas e a miséria em que se encontram. Já vai fazer um ano que o governador assumiu e pelo que sei e leio, ele ainda não deu as caras aqui na região sul do Pará. Só para lembrar, quando o Brasil era colônia de Portugal, as pessoas tinham o mesmo pensamento que o povo de Belém tem atualmente sobre a separação. Se ainda pertenséssemos a Portugal, estaríamos igual aos países africanos que estão na miséria até hoje. Ninguem da região metropolitana quer saber se os impostos gerados pelo trabalho do povo da região retornam em investimento como saúde, educação e infraestrutra. Só quer saber que não deixe de vir o dinheiro, o resto que se exploda.

  36. jose das graças ribeiro

    23 de novembro de 2011 - 17:03 - 17:03
    Reply

    Meu coro Araujo nao deu para entender aonde voce mora eu acredito que seja na regiao de Belem voce acha justo belem ficar com todas as riquezas que produsem tapajos e carajas e nosso povo ficar abandonado? Essas riquezas que voce se referiu e verdade mais elas pertence a estas regioens que voce se referiu e justo que pelo menos parte delas sejam devolvidas em fomas de desenvolvimento.

  37. araujo

    23 de novembro de 2011 - 10:50 - 10:50
    Reply

    jose das graças ribeiro concordo com você mais quem dera que fosse só assim, também tem pessoas que são de outros estados e chegam aqui e por incrível que pareça falam que é pra eu voltar para minha terra, meu Deus aqui é Pará e por lei ainda.

  38. araujo

    23 de novembro de 2011 - 10:45 - 10:45
    Reply

    não é por nada não. Mais eu sou contra, já que é pra ver o que é melhor para todos ou pelos menos para maioria não é mesmo? então com divisão, com a retirada de uma grande parte da economia paraense, como os minérios e bovinos, Belém ficaram com menos recurso, só que Belém é maioria e carajás e tapajós e minoria será que devemos dividir e prejudicar a maioria isso é democrático?.

  39. jose das graças ribeiro

    23 de novembro de 2011 - 07:18 - 7:18
    Reply

    As pessoas que sao contra a criaçao dos estados do tapajos e carajas nao querem que as pessoas que vieram de outros estados se manifeste a favor. Pois bem esse pais em 1500 so era abitado pelos nativos voces tambem foram contra o descobrimento do Brasil? Gente o Brasil e de todos, todo mundo e livre para espor suas ideia exclusiveis voces de se manifestar contra agora
    onvencer

  40. Hiroshi Bogéa

    22 de novembro de 2011 - 22:55 - 22:55
    Reply

    Carlos, o blog não publica comentários com texto totalmente com letra maiúscula. Isto é regra aqui. Muda.

  41. Reginaldo Coelho

    22 de novembro de 2011 - 15:05 - 15:05
    Reply

    Ainda estou aguardando alguém que me convença de que dividir o Pará não é bom… já estou cansado desse papo de Pará grande e unido. E com relação ao Amazonas, realmente, estamos pior representados politicamente e administrativamente do que eles. Conseguimos perder a chance de ser sede de uma copa que não terei mais a chance de ver com vida, pois os políticos paraense conseguiram perder para o Amazonas que não tem hotéis, o estádio e o aeroporto que Belém tem… parabéns políticos paraense!

  42. jose das graças ribeiro

    21 de novembro de 2011 - 20:55 - 20:55
    Reply

    Nao por nada nao mais pouco desenvoçvimento dessa regiao se deve as pessoas que vieram de fora e nao tem nada de errado nisso nao a coisa mais importante num povo e a sua mistura raça de cores a minha cidade RUROPOLIS tem gente de todos os estados desse pais acredite tem a maior riqueza cultural do oeste do para. Essa historia de dizer que nois tem que ser grande e para isso nao podemos dividir e historia pra boi dormir. Ser grande nao e ter muitos kilometros quadrados de atraso ser grande e ter desenvolvimenro na sua plenitude essa histori que vai tirar emprego dos nativos nos temos e que dar oportunidade a todos vamos perguntar os nativos se eles estudar para ter uma vida melhor ou continuar morando la nos confins dos igarapes pescando pra sobreviver? Claro que eles vao escolher o desenvolvimento.

  43. jose das graças ribeiro

    21 de novembro de 2011 - 20:34 - 20:34
    Reply

    Esse papo de dzer que as pessoas vieram de outro estado e agora querem dividir o para e nao estar certo e papo furado, ja emaginaram o oeste do para desde 1970 nunca ter recebido nem um imigrante de outro estado o quanto teria desinvolvido? E brincadeira a intagraçao estre os estados sempre foi nescessario ate porque o direito do cidadao de escolher o local aonde deve morar e de livre e espotanha vontade . A nossa patria e uma federaçao e qualquer cidadao tem o direito de ir e vir a hora que quizer. Voce nasce num estado nada le empede de voce morar em qualquer paste do territorio nacional e mudar quantas vezes quizer. Agora Sr.Hiroshi nao vai me acusar de papo sem pe e sem cabeça.

« Comentários mais antigos

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *