“Hora de ser igual, ser diferente”

Publicado em 9 de setembro de 2011

 

 

Quando a intensa movimentação começou em torno da implantação da Siderúrgica Aços Laminados do Pará (ALPA) nós, que trabalhamos na única escola da Vila São José, comunidade localizada nas proximidades do empreendimento, ficamos sem saber o que pensar, o que fazer, que rumo tomar.

A frase que mais nos marcou naquele momento foi dita por alguém ligado aos movimentos sociais:  – “Quando o progresso chega, os primeiros que se aproximam são os ratos”. Com uma atitude de puro pavor o censuramos por ter sido terrivelmente pessimista.

 

 

Assim começa o texto da nova colaboradora do blog,  Evilangela Lima, diretora da Escola de Ensino Fundamental São José, localizada na vila do mesmo nome.

A educadora tem mantido construtiva  relação com os executivos dos grandes projetos que se localizam no entorno da escola, amenizando os efeitos por vezes dramáticos que empreendimentos da magnitude de Alpa e Buritirama espalham em cidadelas do porte daquela, seja através de palestras ministradas na vila ou workshops dirigidos aos jovens estudantes da escola pelos dirigentes das empresas.

A educadora se propõe, pelo menos duas vezes ao mês, levantar, aqui no sítio,  discussão sobre temas que envolvam diretamente a comunidade de Vila São José.

Leia na coluna Colaboradores, ao lado.