Hiroshi Bogéa On line

HMM: plantão médico elevado para R$ 800,00

 

Reunido com médicos do Hospital Municipal, o anunciou reajuste de 33% do valor do plantão, além de mais 17% para os enfermeiros e técnicos de enfermagem, que não foram contemplados com os reajustes dados anteriormente aos médicos. Com isso, o valor do plantão do médico passou de R$ 600 para R$ 800,00.

A categoria estava em greve.

O reajuste causará impacto na folha de pagamento de R$ 133.336,00.

Prefeito encaminha hoje, 6, projeto para apreciação da Câmara Municipal.

Como os médicos saíram da reunião antes do final, o prefeito adiantou que, se eles não aceitarem a proposta e continuarem paralisados, ele vai entrar com Mandado de Segurança, porque a decisão dos profissionais não tem amparo legal, já que descumpriram exigências necessárias para iniciar uma paralisação de atividade, conforme manda a Lei Trabalhista.

Em comum acordo com a categoria e sindicato, ficou decidido que acontecerá todo mês uma reunião para avaliar os avanços conseguidos, no tocante à melhoria das condições de trabalho no hospital e, juntamente com isso, a questão salarial. Maurino informou que já tem uma empresa fazendo o levantamento geral do setor de saúde, para que seja feito todo o planejamento do setor.

Para os médicos, ele lembrou que no governo passado o plantão de um médico era de R$ 312,00. Já como prefeito eleito, junto com a comissão de transição de governo, fez o reajuste para R$ 400,00.

Depois, seu governo fez o reajuste para R$ 600,00, somando em dois anos de gestão 240% de reajuste. Agora, com a nova margem, já são 273%. “Vejam quanto já avançamos nessa questão”, ressaltou o gestor, frisando que sabe que o salário hoje pago a quem trabalha na área da saúde não é o ideal, mas é o que o município pode pagar. “Não posso resolver, em dois anos, a demanda de 20 anos”.

Fonte – Ascom

Post de 

2 Comentários

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    8 de maio de 2011 - 13:13 - 13:13
    Reply

    O reajuste para plantonistas é sòmente uma parte do problema. A questão central é na verdade, má gestão dos recursos publicos. Não acredito que todos os serviços ao publico no HMM terão sido resolvidos. Aguardemos. Em 08.05.11, Marabá-PA.

  2. Anônimo

    6 de maio de 2011 - 14:15 - 14:15
    Reply

    quer dizer que a marca do trabalho tratava aos médicos assim? por que nunca reclamaram? então tava bom. e por que agora reclamam?

Leave a Reply to Luis Sergio Anders Cavalcante

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *