Hiroshi Bogéa On line

Hidrovia: ministro Pimentel vai até Dilma Roussef

 

 

Para propor maior celeridade às obras da hidrovia do Tocantins e implantação dos projetos Alpa-Aline, ministro Fernando Pimentel vai discutir assunto com a presidente Dilma Roussef – pelo menos essa garantia foi dada à caravana de empresários marabaenses durante audiência no Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Ítalo Ipojucan, presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá explica que a audiência com o ministro Fernando Pimentel, do Desenvolvimento, Indústria  e Comércio Exterior, foi intermediada por  José Fernando Gomes, presidente do SIMINERAL – Sindicato das Mineradoras do Pará.

Na primeira reunião do dia, ocorrida em Brasília, o grupo de empresários paraenses conseguiu um forte e estratégico aliado, o  IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração), cujo presidente,  Fernando Coura, “conhecedor do potencial da região e o cenário de desenvolvimento possível, se declarou aliado do Pará na luta pela configuração da  hidrovia e do  parque industrial do Pará”, revela Ítalo.

A reunião seguinte, com o Ministro Fernando Pimentel, iniciou com as considerações do presidente do IBRAM  destacando a importância do propósito que o grupo paraense iria apresentar e se colocando  como aliado do grupo nesse sentido.

Em seguida o presidente da ACIM, Ítalo Ipojucan, fez a apresentação do objetivo da reunião, iniciando exposição lembrando “compromisso lançado em Barcarena pelo então Presidente Lula, que consistia no arranjo tripartite dos governos Federal e  Estadual  e Vale, obrigações assumidas por todos, os compromissos já honrados e os que estão engessando o processo de desenvolvimento, como o  projeto ALPA,  que é a obra da derrrocagem do Lourenço”.

Ipojucan também explanou ao ministro todas as etapas já percorridas: reuniões com Ministério dos Transportes, do Planejamento e com a mineradora Vale, lembrando ainda  a parceria já estabelecida entre Vale e Dnit, “para  elaboração do projeto executivo da derrocagem, que concluso, será doado ao DNIT”. Presidente da ACIM ponderou como satisfatório os encaminhamentos nos ministérios,  ressaltando entretanto da  necessidade de celeridade nas decisões e que o objetivo maior da reunião,  era de conseguir que o ministro também apadrinhasse esse projeto, seu encaminhamento e sua celeridade.

Via ofício, a Associação Comercial e Industrial de Marabá contextualizou os assuntos tratados bem como o apelo para que Fernando Pimentel  seja um aliado em defesa do  projeto.

Ítalo Ipojucan mencionou  a ausência da oficialização do Protocolo de Intenções entre governo federal e Vale,  documento de suma importância para dar segurança aos propósitos e compromissos.

Presidente da ACIM revela que “o ministro foi solidário, entendeu e defendeu a  importância da conclusão do  projeto hidroviário como fator de desenvolvimento do corredor Centro Norte, como defendeu também a implantação do projeto ALPA/ALINE e a logística necessária.

Fernando Pimentel questionou a respeito do protocolo e o modelo de sua construção – ocasião em que o presidente Italo Ipojucan informou da existência do documento, disponibilizando-lhe, na mesma hora, uma cópia do modelo proposto.

Usando um tom bem mineiro, conforme relata Ítalo, Pimentel  gostou da prontidão das informações  expostas durante a audiência, enfatizando a presteza e determinação do grupo paraense. “Foi nesse momento que o ministro assumiu o compromisso de atuar em defesa do  projeto, admitindo a sobrecarga de projetos e obras do  DNIT  de forma que  vai estudar e discutir com órgãos envolvidos,  como esse processo pode ter uma dinâmica mais arrojada”, conta Ítalo, iniciando sua pauta em torno do assunto marcando conversas com ministro Paulo Sérgio Passos (Transportes),  Ministra Miriam (Planejamento), e, finalmente, com a própria  Presidente Dilma Roussef.

A comitiva da ACIM estava composta pelo seu presidente Italo Ipojucan, vice-presidente Mauro Souza, diretores Gilberto Leite, Leonildo Borges, Ian Correa e o  presidente do Sindicato Rural Mirandinha. Ainda compunham a comitiva o Secretário de Indústria, Comércio e Mineração do Estado, David Leal e o Deputado Estadual Sebastião Miranda.

Post de 

1 Comentário

  1. GILSIM. SILVA

    26 de abril de 2012 - 16:30 - 16:30
    Reply

    Caro Hirochy,meus cumprimentos..Parabenizo a comitiva da Acim e convidados, capitaneada pelo competente Presidente Ítalo Ipojucan, que de forma determinada e velada nao estão dando espaço ao Governo Federall, com visitas agora constante cobrando de forma inteligente e diplomática a solução de um projeto fundamental nao só para o Pará, mas como para o Brasil.Tenho certeza que novidades positivas virão.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *