Hiroshi Bogéa On line

Hidrovia: governo federal anuncia que vai tocar derrocagem e dragagem do Tocantins

 

 

Sempre chegando à frente com notas exclusivas e inéditas, o blog solta esta em primeira mão.

A Ministra do Planejamento, Miriam Belchior anunciou  agora à tarde , 22,  que o Governo Federal irá realizar as obras do chamado Pedral do Lourenço e a dragagem do rio Tocantins, viabilizando a hidrovia que é fundamental para o pólo industrial de Marabá.

A informação, que era esperada há meses no Estado, foi repassada diretamente pela Ministra Belchior em audiência com o senador Flexa Ribeiro e o líder do Governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM). A ministra disse ainda que já autorizou o Ministério dos Transportes a realizar a licitação para o projeto executivo do derrocamento.

A reunião ocorreu uma semana depois que o senador Flexa Ribeiro fez um requerimento de audiência na Comissão de Infraestrutura do Senado solicitando informações sobre os investimentos da Vale na Alpa (Aços Laminados do Pará), em Marabá. No mesmo dia (quarta-feira, 14), Flexa Ribeiro fez mais um pronunciamento na tribuna sobre a hidrovia, fundamental para a efetiva implementação da siderúrgica na região.

O pronunciamento da última semana foi mais um entre vários feitos desde agosto de 2011, quando foi divulgada a informação de que a obra de derrocamento do Pedral do Lourenço havia sido retirada do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento).

Também desde 2011, o Governo do Estado mobilizou a bancada paraense em torno do tema e foram realizadas duas reuniões em Brasília, no Ministério dos Transportes e no Ministério do Planejamento. “O governador Simão Jatene liderou toda essa mobilização. É uma vitória, sobretudo, de todos os paraenses”, disse Flexa Ribeiro.

Além do derrocamento, a Ministra Miriam Belchior informou ainda que o Governo Federal também irá realizar a dragagem do rio Tocantins. A obra também é necessária para permitir a movimentação dos comboios de grande porte, tanto à montante da barragem de Tucuruí próximo à Marabá, como à jusante da barragem, principalmente na época de níveis mínimos de água liberada, quando se faz necessária a navegação pelo canal principal do rio Tocantins.

“Entendemos que as obras são importantes não só ao Pará, mas também para outros Estados e ao Brasil. Por isso, analisamos o caso, foi feita uma reavaliação e iremos tocar as obras”, disse a Ministra Miriam Belchior.

Também na reunião com os senadores Flexa Ribeiro e Eduardo Braga, a ministra Miriam Belchior agendou para meados de abril uma nova audiência com o Governador do Pará, Simão Jatene. No encontro, serão tratados outros investimentos no Estado, especialmente a construção do Porto Intermodal de Marabá. “É uma obra de vital importância para o pólo industrial em desenvolvimento na região”, destacou Flexa Ribeiro.

Segundo o senador Flexa Ribeiro, a notícia confirmada pelo Ministério do Planejamento evidencia maturidade da bancada e o empenho do Governo do Estado. “Deixamos de lado as diferenças partidárias e todos atuaram em conjunto, somando forças. Em vários outros assuntos do Estado temos desempenhado esse papel e atuado dessa forma. É uma conquista em que todos tem sua parcela. E quem ganha com isso são todos os paraenses”, destacou Flexa.

Para Flexa Ribeiro, a informação acaba com dúvidas que surgiram acerca da efetiva implementação da Alpa (Aços Laminados do Pará), a siderúrgica da Vale, em Marabá. “Agora, a Vale não tem mais desculpas. Tem o dever e a obrigação de acelerar a obra da siderúrgica e concretizar esse sonho de todos os paraenses e tão importante para a região e nosso Estado”, disse Flexa.

Post de 

18 Comentários

  1. Michel Rodrigues

    29 de março de 2012 - 21:01 - 21:01
    Reply

    Hiroshi,

    Que alegria ler essa notícia.

    Estaremos entregando até Maio o condomínio Total Ville com 524 unidades.

    Enfrentamos um atraso de quase 6 meses nessa entrega devido a dificuldade de mão de obra na nossa região, caracterizada principalmente pela morosidade da ALPA.

    Dessa forma, quero dizer que a Direcional estará cada vez mais incorporada à essa cidade apoiando no que for preciso.

    Meus contatos: (94) 9237-6456 (31) 9130-0758.

  2. Marabá Melhor.

    23 de março de 2012 - 10:47 - 10:47
    Reply

    Boa Noticia sim, mas vamos com calma, cade a ordem de serviço já foi assinada? ja foram definidos de onde vem os recursos para derrocagem e dragagem do Tocantins? e o projeto Aline realmente esta certo de vim para Marabá? o que esta sendo feito para viabilizar o Porto? entre estas e outras é que devemos continuar mobilizados para poder fazer o enfrentamento necessário junto ao governo Federal e Estadual, o povo esta pronto para dar sua contribuição no que for melhor para nossa região, vejam só, fizeram uma convocação para o Ato Público na Câmara e o povo compareceu em massa, dando a resposta de que se precisar estaremos a disposição para fazer uma luta pacifica ou até mesmo radicalizar.
    Carajás Sempre.

  3. Rodrigo

    23 de março de 2012 - 10:45 - 10:45
    Reply

    Excelente notícia para Marabá!! Agora temos que intensificar as cobranças para que a VALE apresente o verdadeiro cronograma das obras da ALPA, para que desapareçam os boatos de que nada aconteceria em Marabá. Vamos intensificar o trabalho para que o pólo metal mecânico seja uma realidade o quanto antes, nossa cidade será o modelo de desenvolvimento do norte!! É uma grande Vitória!! Parabéns!!

  4. Célio

    23 de março de 2012 - 08:35 - 8:35
    Reply

    Égua Hiroshi, sensacional notícia para terminar uma e começar outra semana. VIVA MARABÁ e Região. Em 23.03.12, Marabá-PA.

  5. João Silva

    23 de março de 2012 - 08:31 - 8:31
    Reply

    Anuncio feito pelo Sr. Flexa não merece credibilidade pois o mesmo não diz quando sera iniciada a obra.
    Na verdade a ministra disse que vai fazer mas não disse quando pois tal obra não esta no orçamento do governo federal.
    Nessa epoca pre eleitoral vamos ouvir muitas baboseiras e precisamos estar atentos as raposas que fazem os anuncios.

  6. GILMAR

    23 de março de 2012 - 07:56 - 7:56
    Reply

    Calma Gente….Antes d emais nada deêm uma pesquisa do no google sobre projeto executivo. Não é a Obra da Hidrovia e sim um estudo de quanto vai ficar este valor para depois ir para o orçamento. É uma questão politica, nada mais. Queremos ver as dinamites estourando o calado do Tocantins, aprofundando mais ainda. Aí sim, pode se falar na obra da hidrovia. O restanmte é especulação. Outra coisa hiroshi, cadê o extrato de compromisso do Ministerio do Planejamento.
    Calma aí companheiros.

  7. magda

    23 de março de 2012 - 00:23 - 0:23
    Reply

    É o que estamos esperando, e que chega p´ra dar continuidade ao projeto de verticalização nestas paragens do Brasil, Marabá e região merecem.

  8. Vitor Rosalino

    22 de março de 2012 - 23:21 - 23:21
    Reply

    Muito Boa Notícia, para o desenvolvimento regional, agora, vem a RESPONSABILIDADE PÚBLICA do negócio. Algumas perguntas passam a ser as seguintes: Estamos Preparados? Como vamos resolver o problema social de Marabá e Região? Quanto isso poderá impactar no desenvolvimento do mega projeto do complexo ALPA?

  9. Pilar

    22 de março de 2012 - 23:02 - 23:02
    Reply

    Vamos com calma, tá?
    Para não ocorrer mais especulação imobiliária, inchaço populacional e corrida de políticos oportunistas.
    Uma coisa de cada vez: primeiro a hidrovia, que já é um avanço gigantesco, depois a Alpa e o pólo metal mecânico.
    Tenho muitas dúvidas sobre os “benefícios” da Alpa…

  10. Tucuruí

    22 de março de 2012 - 22:07 - 22:07
    Reply

    É Pedro! Vamos ver Navios, barcos, dragas, balsas….

    Quanto a ser bom ou melhorar depende das soluções e lutas daqui de Tucuruí, ou seja, há um limão…

  11. PAULO FRANÇA

    22 de março de 2012 - 21:26 - 21:26
    Reply

    Parabéns ao blog pela notícia em 1 mão, parabéns a todos que lutaram e lutaram pelo desenvolvimento de Marabá e toda a região. Essa notícia, embora para alguns tardia, é muito boa, principalmente na anti vespera do aniversário da nossa queria: “Marabá! Marabá! terra bendita”.

  12. Gilberto Leite

    22 de março de 2012 - 20:57 - 20:57
    Reply

    Amigo Hiroshi parabéns pelo noticia !
    Quanto a Alpa, empresa já constituída e consolidada, investimentos realizados já na ordem de 400 milhões de reais, seu projeto foi concebido a partir da utilização da Hidrovia, a mesma liberada, a definição por parte do Governo Estadual referente ao lote 11, seu cronograma voltará ao normal, seus pacotes já foram licitados e as ampresas definidas. Parabéns a todos envolvidos por mais esta vitoria, Marabá merece.

  13. Pedro

    22 de março de 2012 - 20:22 - 20:22
    Reply

    Boa notícia!
    Pra nós de Tucuruí vai melhorar alguma coisa, ou vamos ficar só a ver navios?
    Aqui a coisa tá feia!

  14. joao filho

    22 de março de 2012 - 19:02 - 19:02
    Reply

    Depois de um banho de boas noticias , como a recuparacao de nossas rodovias , so faltava essa. Parabens a todas as pessoas , politicos , empresarios e o póvo em geral que lutaram a frente deste tao sonhado projeto.

  15. Flávio

    22 de março de 2012 - 17:39 - 17:39
    Reply

    Boa notícia para nossa região. Gostaria de saber qual será a desculpa da vez para a VALE não implantar a ALPA.
    Agora devemos intensificar as cobranças em cima da mineradora.

  16. Italo Ipojucan

    22 de março de 2012 - 17:06 - 17:06
    Reply

    Amigo Hiroshi,

    Sem alongar muito – valeuuuu todo trabalho, toda insistência.

    Abraço.

  17. Paulinho Lopes

    22 de março de 2012 - 16:45 - 16:45
    Reply

    Não poderia haver melhor noticia, para a cidade de Marabá, pois estamos as vespera de seu aniversario e a Hidrovia é um grande presente, obrighado senador Flexa Ribeiro meu professor e todos os politicos e empresarios que sempre acrteditaram e correram atraz. Parabens Marabá,

  18. Marabaense nato que nem tu

    22 de março de 2012 - 16:30 - 16:30
    Reply

    Hiroshi,

    É uma noticia maravilhosa para nossa terra e nossa região, será a alavancagem que faltava em todo esse processo de desenvolvimento, fico emocionado e agradecido aos céus para que haja a concretização dessa noticia tão auspiciosa.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *