Hiroshi Bogéa On line

Herança bandida

Ao ouvir Raimundo Benassuly Maués, delegado-geral de Polícia Civil, declarar numa entrevista que o Estado dispõe de apenas R$ 1 milhão para manutenção da frota de veículos não pude conter minha indignação ao constatar a irresponsabilidade com que o ex-secretário Manoel Santino tratou da elaboração do orçamento para 2007. Dá arrepios imaginar que o setor de segurança pública ficou 12 anos sob a influência danosa e autoritário desse cidadão. Que ainda faz das suas no Ministério Público através das amizades que construiu ao longo dos anos como comandante maior da instituição.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    1 de agosto de 2007 - 17:00 - 17:00
    Reply

    Se você não sabe, deixa dizer: o Manoel Santino continua mandando e desmandando no Ministério Público do Pará. Até o procurador Geral faz reverências a ele e está sempre a consultá-lo nas deciões que envolvem açõs contra o Estado.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *