Helder sanciona reajuste salarial para 150 mil servidores e garante piso do magistério

O governador Helder Barbalho sancionou nesta segunda-feira (28) a lei que concede o reajuste salarial de 10,5% para 150 mil servidores públicos ativos, inativos e pensionistas. O ato ocorreu no Teatro Margarida Schivasappa, em Belém.

Também foi sancionada a lei que concede o reajuste de 33,24%, referente ao piso do magistério, assim como o reajuste para membros e servidores da Defensoria Pública (DPE) e Ministério Público do Estado do Pará (MPPA).

O piso do magistério de 33,24% será pago para 27.574 professores ativos, 15.877 inativos e 817 pensionistas. Em 2018, um professor iniciava sua carreira com a remuneração média de R$ 5.900,00, e com o atual reajuste esse valor será de R$ 10.100,00.

Esse incremento na remuneração dos servidores significa mais R$ 170 milhões na folha de pagamentos do funcionalismo a partir de abril, um investimento permitido pelo equilíbrio fiscal alcançado pelo Governo do Pará.

“Se hoje o governo do Estado é capaz de chegar onde está um cidadão ou uma cidadã se deve aos milhares de servidores que cumprem a sua função. São cerca de 150 mil colaboradores, que em algum momento se doaram à causa pelos demais servidores. Hoje me permito viver este momento pela condição fiscal de equilíbrio do Estado, fazendo este grande gesto de valorização dos servidores. Que isto nos motive cada vez mais a trabalhar, a fazer chegar ao melhor que pudermos dar. Isso repercute na vida de anônimos, para que vivam melhor e tenham acesso a serviços dignos nas mais diversas áreas. Poder resgatar em nome do Estado a defasagem de longo do tempo para todos os servidores ativos, inativos e pensionistas. Aos professores, cumpri o compromisso que firmei, o do piso salarial, e em três anos dobramos os salários dos professores”, enfatizou Helder Barbalho.

 

Defensoria Pública – A assinatura dos decretos também abrange a recomposição para os servidores da Defensoria Pública do Estado (DPE,) totalizando um aumento de 18,59% aos membros e servidores da DPE, que já estavam sem reajuste desde 2018.

O reajuste na remuneração dos servidores da DPE, além de histórica, é importante para a manutenção do bom funcionamento e autonomia da instituição.

Ministério Público – O governador sancionou ainda a revisão geral anual da remuneração dos servidores do Ministério Público do Estado do Pará, com base no artigo 37, inciso X, da Constituição Federal de 1988, e o novo auxílio-saúde para membros e servidores do MP.

O auxílio-saúde implementa ajustes redacionais ao texto da atual normativa, adequando o benefício aos novos padrões implantados pela Resolução nº 223/2020, do Conselho Nacional do Ministério Público, tornando-o mais abrangente, pois além da cobertura de despesas com plano de saúde custeará despesas com planos odontológicos e outras admitidas.

“Nós vivemos um momento importante no Estado do Pará. É um resgate do processo democrático no processo de diálogo entre servidores públicos e governo do Estado, rompido ao longo dos anos. O Governo Helder tem resgatado essa possibilidade, que é muito importante para nós”, disse Valdo Martins, presidente da Federação dos Servidores Públicos do Estado do Pará.