Hiroshi Bogéa On line

Helder entrega Hospital de Campanha de 120 leitos em Marabá

Instalado no Carajás Centro de Convenções, na sede municipal de Marabá (sudeste paraense), com 120 leitos distribuídos por uma área de 4 mil metros quadrados, o Hospital de Campanha foi entregue nesta terça-feira (14), com a participação, por videoconferência, do governador Helder Barbalho.

No local estava o secretário Regional de Governo do Sul e Sudeste do Pará, João Chamon.

Helder Barbalho, que está em isolamento por ter testado positivo para o novo Coronavírus, destacou a importância de mais uma estrutura entregue pelo governo para reforçar o atendimento nas duas regiões, ajudando a não sobrecarregar os hospitais regionais de Marabá e Redenção, e as demais unidades municipais.

“O objetivo é garantir que a população que esteja com sintomas e problemas respiratórios possa ter o atendimento adequado com apoio do governo do Estado”, frisou.

O governador reiterou que também entregará novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), fortalecendo a rede de atendimento de alta complexidade do Estado.

“Estão chegando os 400 respiradores, que estarão junto com todos os componentes necessários incrementando 400 novas UTIs, que estarão espalhadas em todas as regiões do Estado, para que a gente possa reforçar toda a estrutura não apenas de baixa e média complexidade, mas também garantir que a alta complexidade tenha um nível de reforço, e com isso possamos atender e proteger a nossa população”, acrescentou Helder Barbalho.

O governador Helder Barbalho, no telão, participou da entrega do Hospital de Campanha, na presença do secretário regional de governo, João Chamon (Divulgação)

Unidade de retaguarda – As regiões Sul e Sudeste do Pará possuem uma população estimada em 1,5 milhão de pessoas.

Em coletiva, o governador explicou que o Hospital de Campanha de Marabá “não é uma unidade de pronto-atendimento”; é unidade de retaguarda – assim como os demais Hospitais de Campanha – que pretende desafogar o fluxo de pacientes em hospitais de referência, que ficam com os casos mais graves.

Em articulação entre os sistemas de regulação municipais e estadual, o Hospital de Campanha poderá receber pacientes transferidos de UPAS (Unidades de Pronto-Atendimento) ou prontos-socorros municipais.

Ainda segundo o governo, o hospital entregue será “um reforço para porta de entrada do sistema de saúde da região, com o perfil de atendimento para pessoas que estejam com sintomas de problemas respiratórios, independentemente de estar positivo pra Coronavírus ou não. O importante neste momento é que a gente possa atender a nossa população”.

O de Marabá é o segundo Hospital de Campanha entregue no Pará.

O primeiro está em Belém, que entrou em funcionamento na semana passada.

Ainda serão entregues os Hospitais de Campanha de Santarém (no oeste) e do Marajó, no município de Breves, que estão em fase final de instalação, devendo começar a funcionar no final desta semana.

Os quatro Hospitais de Campanha, erguidos pelo governo do Estado, totalizam 720 leitos para atender pacientes de Covid-19.

Post de 

1 Comentário

  1. Luis Sergio Anders Cavalcante

    19 de abril de 2020 - 18:12 - 18:12
    Reply

    Sr. Hiroshi, essa sim, é uma verdadeira, benvinda e necessaria utilização de espaço público. Não precisamos de Centro de Convenções(de nada servem ao povão) e sim, de Hospitais com insumos, etc…. Políticos invertem a lógica da saude. Estão sempre “correndo atrás”. Ao invés de prevenir estão sempre remediando. Até quando essa nefasta realidade será imposta ao povo ? 19.04.20

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *