Hiroshi Bogéa On line

Hélder Barbalho analisa possibilidade de apertar mais ainda o cerco para conter a pandemia no Pará

Eu tenho, desde o primeiro momento, trabalhado ouvindo o Ministério Público Federal, o Estadual, o Poder Judiciário. E também é importante que possamos ouvir a população em geral. Nós fizemos as medidas restritivas de suspensão de aulas, voos, de suspensão de transporte interestadual, seja de barco, seja de ônibus. Fizemos o fechamento de bares, restaurantes, shoppings, cinemas, casa de espetáculos. Agora é muito importante que nós possamos ir avaliando essa questão do comércio de rua. Neste momento está permitida aglomeração de até dez pessoas nos comércios de rua. Eu recebi ontem esse expediente do Ministério Público Federal e também da Defensoria. Tive uma reunião  com eles, por videoconferência, na última segunda-feira, e com técnicos da UFPA. E nós estamos avaliando conjuntamente essa tomada de decisão para que possamos, primeiro, sempre valorizar a estratégia de salvar a vida das pessoas. Mas, ao mesmo tempo, encontrar a dose certa que possa permitir também que o impacto sobre o dia a dia e a rotina seja o menor desastroso para a geração de emprego e oportunidades par a população.

 

Declaração de Helder Barbalho ao admitir que pode adotar medidas mais rígidas no combate ao novo coronavírus.

Segundo o governador, aumentar ainda mais as medidas restritivas para conter a pandemia é algo que vem sendo analisado pelo executivo estadual, inclusive, em sintonia  com  recomendação que o Ministério Público Federal e a Defensoria Pública da União fizeram para o governo.

 

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *