Há quase 40 anos, Transbrasiliana só desrespeita passageiros no Sul do Pará

Publicado em 14 de janeiro de 2014

 

Pouca vergonha, essa é a forma mais educada de fazer referência à falta de respeito da Transbrasiliana para com seus passageiros.

A empresa, que transporta cargas e pessoas, atua na região desde 1976. Antes disso, era conhecida como Expresso Braga.

Os veículos quando não estão sucateados, é uma imundice só.

As acomodações são sujas,  e o barulho que fazem poltronas quebradas e peças soltas,  é irritante.

Outro fator recorrente nos ônibus da empresa é o odor dos banheiros.

As fotos a seguir são do interior de um ônibus que faz linha de Imperatriz a Marabá.

Transabrasiliana

 

Transabrasiliana 2

 

Transabrasiliana 3

“Engraçado é que as piores frotas estão aqui, no Sul do Pará.  Na região Sudeste,  os ônibus nem parecem ser da mesma empresa, acho que é pela comodidade dos usuários da nossa região (Pará), que aceitam passivamente a postura desrespeitosa da transportadora”,  diz motorista de ônibus que já trabalhou na empresa. (Repórter Eliane Gomes)