Hiroshi Bogéa On line

Grupo no Face solidariza-se com Lúcio F. Pinto

 

 

“Pessoal do Lúcio Flávio Pinto”, este é o  título do grupo criado no Facebook de apoio ao jornalista dono do Jornal Pessoal, ameaçado de condenação em instância superior por ter denunciado a grilagem  de quase cinco milhões de hectares de terras no vale do rio Xingu, praticada pelo empresário  Cecílio do Rego Almeida (já falecido), dono da CR Almeida.

O espaço já conta com 63 membros.

Quem quiser aderir ao grupo, solidarizando-se com Lúcio Flávio, acesse AQUI.

Post de 

1 Comentário

  1. João Dias

    13 de fevereiro de 2012 - 12:24 - 12:24
    Reply

    Julgamento justo

    (Em respeito à memória de Cícero, Marco Túlio.)

    “A virtude não é a toga mais bela que o homem pode usar?
    O que resplandece mais? O que é mais louvável?
    O que mais desperta a admiração na alma dos homens, senão exemplos de bondade, misericórdia e justiça?

    (…) Pois, por vil que seja o homem, adora a virtude.
    Há muita gente que comenta com sarcasmo a cegueira da Justiça. Mas ela não usa a venda por motivos óbvios. Usa-a para que o seu julgamento não se deixe influenciar pelo simples “aspecto” de quem ela julga em sua balança, pelo patético declarado ou falso, ou a infelicidade agradável mas ilusória. Em todas as ocasiões, ela é imparcial. É esse o significado da Lei.”

    Marco Túlio Cícero foi uma das mentes mais brilhantes da época Romana.

    Defender o que é não apenas válido, mas verdadeiro, dever de todos, Não é crime. Diante do que está expresso na matéria de Lúcio Flávio Pinto, merece um julgamento justo. Não cometeu crime, portanto, não pode ser condenado.

    João Dias Aragão
    (advogado militante TJ/Rj
    em, 13/02/2012.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *