Hiroshi Bogéa On line

Grampo desnuda conversas imorais

 

 

Pode estourar a qualquer momento, em Belém, escândalo de repercussão nacional.

Há uma gravação da conversa de um advogado de uma empresa negociando o voto de um magistrado para a liberação de grande soma de dinheiro em precatórios, depositada pela Prefeitura de Belém para pagamento de terceiros.

O caso, se chegar ao distinto público, pode pousar, dia seguinte, no Conselho Nacional de Justiça.

Post de 

2 Comentários

  1. Karla Maués

    8 de setembro de 2011 - 12:28 - 12:28
    Reply

    A midia falada e escrita, é a nossa grande aliada na garantia da democracia. Se calar a imprensa, como quer o governo federal, com a Lei da Mordaça, como saberemos desses escândalos?
    Ao contrario de jornais sensacionalistas estrangeiros , nossas revistas semanais, como a “ISTO É” , por exemplo, nao so mostram o crime, mas comprovam com fotos e documentos, para desespero dos corruptos, sempre certos da impunidade.
    Infelizemente, são poucos os que fazem bom uso destas informações, valorizando seu voto. Haja vista, a capital paulista tao culta e politizada, reelegerem infinitamente o Sr. Paulo Maluf.
    Fiquemos espertos pra promessas vazias de fichas sujas.Eles tem o poder de nos hipnotizar e nos tornar surdos e moucos.
    À Justiça, caberá fazer jus à sua destinação. O que seria de nós, sem o poder Judiciário? Em primeiro lugar devemos confiar neste poder, pois se com ele nos decepcionamos muitas vezes, sem ele cairiamos num grande caos urbano, à mercê de ditaduras quase sempre corruptas e inescrupulosas.
    E que venham as noticias, mesmo que ruins!
    Um abraço e fiquem em paz

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *