Hiroshi Bogéa On line

Governo federal anuncia conclusão do projeto Executivo da derrocagem do Tocantins. Obras podem começar ainda em 2012

 

 

Blog recebe de Daniel Nardin, assessor parlamentar do senador Flexa Ribeiro:

 

 

O Ministro dos Transportes, Paulo Passos, reuniu no final da tarde desta terça-feira (21), em Brasília, a bancada federal do Pará e o Governo do Estado para anunciar que no dia 28 de Setembro estará finalizado e será apresentado o projeto executivo do derrocamento do Pedral do Lourenço, fundamental para a viabilização da Hidrovia do Tocantins.

De acordo com o ministro, o cronograma previsto será cumprido e, com o projeto executivo concluído, as próximas etapas ocorrerão com maior agilidade. Questionado pelo senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) se a obra irá retornar ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Passos adotou um tom mais otimista. “É possível, sim. Após a conclusão do projeto executivo, teremos as alternativas a serem adotadas e creio que já poderemos avançar para o processo de licitação e em seguida para as obras. Entendemos que esse derrocamento é importante, não só por uma questão estratégica de logística para o País, mas também pelo empenho de toda bancada e do Governo do Estado”, frisou o Paulo Passos.

Também estiveram na reunião o Vice-Governador, Helenilson Pontes, o secretário especial de Infraestrutura e Logística para o Desenvolvimento Sustentável (Seinfra), Sérgio Leão, os deputados federais Beto Faro (PT), Dudimar Paxiúba (PSDB), Valry Moraes (PRP), Lúcio Vale (PR), Zé Geraldo (PT) e o ex-deputado federal Paulo Rocha.

Post de 

1 Comentário

  1. Arripiado

    22 de agosto de 2012 - 20:58 - 20:58
    Reply

    Nenhum desses tem respeito e preocupação com o meio ambiente, e nem tão pouco com os moradores ribeirinhas, pescadores e agricultores familiar, e que se “lixo” a lei 9.985 de SNUC, que não tiveram coragem de fazer das mais de trinta audiências públicas no estado e fora do estado, nos municípios e UC atingidos diretamente com o impacto da obra, sem se quer discutir e mitigar os impactos, essa e a forma mascarada de fazer politica participativa e democrática, só pra Barack Obama ver! Ridículo essa forma de promover desenvolvimento com a desgraças do meio ambiente e sem respeito as famílias ribeirinhas….!!!!! que democracia e essa que vivemos?

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *