Governo esclarece sobre Conjunto Residencial do bairro “Cabelo Seco”

Publicado em 19 de abril de 2013

 

 

Blog recebeu Nota de Esclarecimento da Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, a respeito de post  com emeio de leitor denunciando o estado de algumas casas do conjunto residencial do bairro Cabelo Seco:

 

———————

NOTA DE ESCLARECIMENTO 
A propósito da postagem veiculada ontem, dia 18/04/2013, em seu conceituado Blog, com o título Denúncia: Conjunto Habitacional do “Cabelo Seco” apresenta rachaduras e uma série de deficiências, a  Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano esclarece:1. Por determinação do titular da Seidurb, secretário de Estado  Marcio Spindola , foi instalada  uma Auditoria Técnica para esclarecer a denúncia, com embasamento técnico  e listar as providências que serão  adotadas pela equipe da Seidurb para solução dos problemas porventura detectados.2. Por oportuno, cabe esclarecer que a Seidurb recebeu essa  obra paralisada no governo anterior,  com  alguns problemas e denúncias semelhantes, tendo sido adotadas as providências técnicas corretas e
necessárias, no caso das que tinham fundamento técnico, como a erosão do  muro de arrimo da orla.3. Quanto a denúncias de problemas não comprovados  tecnicamente já prestamos  os esclarecimentos necessários tanto à população quanto aos beneficiários, além do  Ministério Público .

4.  Pequenas falhas de construção, portas / janelas / retoques /  fazem parte do pós-entrega de qualquer edificação. Algumas  ocorrem por questão de empenamento  de madeira ou situações similares.

5. Na avaliação do titular da Seidurb, somente quem não conheceu a realidade daquelas famílias antes dessa obra e não consegue aceitar a mudança de sua qualidade de vida hoje  pode fazer julgamentos apressados como este. Como já é do conhecimento dos beneficários da obra, o secretário Marcio Spindola também determinou a realização de novo “chek list”   em todas as unidades habitacionais do “Residencial Itacaiúnas”, para as devidas verificações  técnicas e, se for o caso,  os  reparos necessários.

6. Destaca ainda  que a equipe técnica  da Seidurb continua presente no Condomínio,  pois as obras da 2a etapa  vão ser iniciadas. A engenheira Kimi Yano poderá atender in loco qualquer reclamação de ordem técnica. O secretário sugere ao sr.  Rafael que envie a devida reclamação ao seu e-mail  ou procure o  gerente da Seidurb em Marabá, Sr. José Gaby , que irá providenciar a necessária  vistoria técnica na unidade habitacional a que se refere, embora sem citar o seu número e o nome completo de sua  beneficiária.

7 – Esclarece, ainda, o secretário Spindola,  que nas   sondagens e vistorias nos blocos construídos anteriormente, com laudo técnico elaborado pelo Professor de Engenharia da UFPA, dr. Nagib Charone, especialista em estruturas, nada foi constatado que pudesse ameaçar aquela obra, ainda em andamento, sendo que qualquer reparo que se faça necessário poderá ser feito pela empresa contratada.

———–

Abaixo, declarações de duas moradoras contempladas com unidades residenciais no Condomínio,  1) sra. Maria Helena Lopes Pereira da Silva (Bloco AA -apto. 102) e 2) – sra. Lídia Furtado Alves (Bloco K, apto. 104), atestando que a empresa Construfox realiza a manutenção solicitada desde o dia 16 de abril de 2013.
Morador 2
Morador
Na foto, operários da Construfox realizam trabalhos de reparação em uma das unidades habitacionais do “Residencial Itacaiúnas” .
Morador 3