Golpistas de Redação

Publicado em 28 de fevereiro de 2010

Ausente da base uns dias, somente agora o poster coloca a colher na panela. 

A tal “denúncia” da IstoÉ, abraçado rapidamente pela Globo e Folha de São Paulo, de que o corretíssimo Fernando Pimentel, um dos melhores prefeitos que Belo Horizonte já teve, tendo incluí-lo no Mensalão de BH, foi desmoralizada antes mesmo da revista começar a circular. 

A nota do Ministério Público Federal desmentindo o principal argumento da matéria – a de que Pimentel estava citado no relatório do MPF – é clara: o ex-prefeito de BH nunca foi incluído no inquérito. 

Desmoralizante, sob todos os ângulos, a manifestação do parquet.    

A credibilidade da “QuantoÉ?”, ou melhor, da revista IstoÉ, chegou ao fundo do poço. 

A intenção clara da publicação foi “bicar” , de novo, a candidatura de Dilma às vésperas da pesquisa do Data Folha que mostra empate técnico entre ela e Zé Serra.   

E “esconder” o escândalo do Mensalão do DEM, em Brasília.  

Não poderia ser diferente.     

Daniel Dantas,  dono da “QuantoÉ“,   trabalha intensamente, com seus comparsas do PIG, para tentar impedir a chegada de Dilma à presidência.  

De agora em diante, toda semana, é bom avivar, haverá notas nesse sentido.  

O desespero toma conta da oposição ao Lula.  

Começaram pintando o perfil de Dilma como uma “terrorista”, discurso que serviu de mote para o general Maynard Marques de Santa Rosa criticar a Comissão da Verdade, em carta publicada na internet.   

Na semana posterior, vieram com o Caso Eletronet.  

Aí, bom se diga, despontou fortemente o interesse econômico das grandes operadoras de telefonia e dos próprios grupos de comunicação do PIG interessados também em manter sua reserva de mercado contra o Plano Nacional de Banda Larga.   

Lula quer acabar com essa reserva, levando às camadas pobres e à própria classe média a Internet rápida, gratuitamente.     

Revistas semanais e jornalões irão se pautar de agora em diante de forma sensacionalista ou editorializada conforme o perfil de cada publicação.