Hiroshi Bogéa On line

Giovanni pós-operatório

O delicado estado de saúde do deputado federal Giovanni Queiroz, submetido à cirurgia de implantação de  ‘stents’ em artéria coronária, pode deixá-lo baqueado para enfrentar a árdua disputa pela cata de votos no Estado.

Às pressas, o deputado do PDT foi levado a uma clínica de Belém, sexta-feira, depois de sentir-se mal ao meio de intensas reuniões com o governo do Estado e o PT, articulando a participação do seu partido na campanha pela reeleição de Ana Júlia.

A cirurgia, em caráter de urgência,  foi recomendada pela equipe médica que o atendeu.

Idêntica cirurgia  foi realizada,  início do ano, no  ex-presidente dos EUA Bill Clinton, que também recebeu ‘stents’ para desbloquear uma artéria que estava causando desconforto em seu peito.

Post de 

5 Comentários

  1. www.ribamarribeirojunior.blogspot.com

    6 de julho de 2010 - 18:27 - 18:27
    Reply

    Tenho visto que nas carteiras de cigarros, tem uma frase: O MINISTÉRIO DA SAÚDE: ADVERTE FUMAR É PREJUDICIAL A SAÚDE.

  2. Hiroshi Bogéa

    6 de julho de 2010 - 12:09 - 12:09
    Reply

    08:03, obrigado pelos esclarecimentos. Buena gente, Giovanni merece o voto dos paraenses: é competente, dedicado fiscalizador do orçamento e uma pessoa comprometida com o desenvolvimento do Parpa. O blog, aliás, deseja pronto restabelecimento da saúde do deputado federal.

  3. Hiroshi Bogéa

    6 de julho de 2010 - 12:05 - 12:05
    Reply

    08:24, vou comentar, sim. Ainda hoje. Aguarda, ansioso por aí.

  4. Anonymous

    6 de julho de 2010 - 11:24 - 11:24
    Reply

    Seu Hiroshi,o Pará acaba de ser contemplado com o PIOR INDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÂO BÁSICA(IDEB)do Brasil,mais uma herança do "governo" do PT. Vais comentar ?

  5. Anonymous

    6 de julho de 2010 - 11:03 - 11:03
    Reply

    A implantação de stents,é feita por cateterismo,não é uma cirurgia convencional,aquela conhecida "de peito aberto" no jargão popular.Um breve período de repouso(se bem que não se sabe o grau de sua obstrução),e o deputado deve cumprir seus compromissos de campanha,com limitações,é claro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *