Hiroshi Bogéa On line

Giovanni luta para garantir recursos

O deputado Giovanni Queiroz (PDT-PA), presidente do Partido no Estado, apresentou na última semana nove emendas no âmbito da Comissão Mista de Orçamento (CMO) que pretendem anular alguns cancelamentos feitos pela equipe econômica do governo Federal que retiram da população paraense quase R$ 41 milhões em verbas destinadas à educação, saúde, transporte e infra-estrutura.

O parlamentar pedetista justifica que suas propostas são baseadas em garantir recursos necessários ao Estado do Pará para desenvolver o Estado e garantir o mínimo de investimentos na área da saúde e da educação, tão precários nas cidades paraenses.

As proposições apresentadas pelo deputado Giovanni Queiroz na CMO, se aprovadas no colegiado orçamentário, garantirá mais de R$ 1,5 milhões para a UFPA (Universidade Federal do Pará) investir nos campus e nas pesquisas da instituição. Assim como, permitirá à Secretaria de Saúde do Estado receber um aporte financeiro de quase R$ 6,3 milhões para a aquisição de equipamentos hospitalares e na ampliação das estruturas de Unidades de Saúde.

A aprovação das emendas de Giovanni Queiroz na CMO garantirá ainda que a região metropolitana de Belém receba quase R$ 13,5 milhões para serem investidos nos municípios circunvizinhos a capital do Estado em obras viárias e de infra-estrutura.

Estas emendas do deputado pedetista, se aprovadas, permitirão também o investimento superior de R$ 13 milhões em diversos trechos rodoviários. Um dos trechos beneficiados é a BR316 que liga Belém à divisa com o Maranhão, passando por Castanhal, Sta. Maria e Cachoeira Piraí.

Um dos outros trechos beneficiados é o asfaltamento de parte da BR308 entre as cidades de Bragança e Viseu. Trecho da BR422 entre Novo Repartimento e Tucuruí também poderá receber recursos federais em 2011, caso a CMO aprove as iniciativas do deputado paraense.

A iniciativa de Giovanni Queiroz de propor a anulação dos cancelamentos autorizados pela equipe econômica do governo Federal de recursos ao Estado do Pará, garante ainda a Caixa Econômica Federal (CEF) uma verba de R$ 5,14 milhões para serem aplicados na instalação de uma nova agência e de diversos postos da Caixaqui no interior do Estado.

As anulações propostas pelo presidente do PDT paraense cancelam ainda o corte no Orçamento da União das emendas de quase R$ 400 mil destinados a reforma do aeroporto de Santarém e dos R$ 300 mil destinados a construção do edifício sede da Procuradoria da República na cidade de Belém.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *