Hiroshi Bogéa On line

Gestão responsável

Ao contrário da maioria dos prefeitos que entregaram os cargos ontem, Sebastião Miranda fez questão de ir à posse de Maurino Magalhães, repassando republicanamente a faixa ao sucessor. Antes, diante de grande público na Câmara Municipal, fez um discurso de prestação de contas apontando saldo em contas da prefeitura de Marabá.

Ao total, o novo governo de Marabá dispõe de R$ 63,6 milhões disponíveis em suas contas.

De arrecadação própria, portanto, disponível para aplicação imediata em investimentos, total de R$ 2,6 milhões; R$ 59 milhões na conta do Ipasemar (Instituto de Previdência do Município); e cerca de R$ 2 milhões de recursos em conta de convênios federais.

Início promissor de administração para Maurino Magalhães.

Post de 

14 Comentários

  1. Anonymous

    9 de janeiro de 2009 - 15:36 - 15:36
    Reply

    caro hiroshi,

    Nos votamos pela transparencia, nos discursos do então Prefeito Maurino Magalhães, ele falou muito na transparencia, e agora nos tras dois secretarias de Palmas-To o qual nimguem sabe do passado deles. Isso muito nos procupa.

  2. Anonymous

    6 de janeiro de 2009 - 19:41 - 19:41
    Reply

    Não podemos aceitar que duas Secretarias da Prefeitura Municipal de Marabá sejam ocupadas por pessoas que nunca se fizeram presentes no município. Aqui tem gente competente que conheçe os problemas da cidade e que trabalha muito bem. Essa vinda de secretarios de outros Estados faz com que os marabaenses de coração e de nascimento fiquem com caras de otários, e implicitamente sejam chamados de burros.

    Vale ressaltar que discurso bonito não mostra quem é bom político, ou quem tem bom caráter, pois dessa forma Nagibinho será o melhor homem para Marabá. Quem não conheçe que compra.

  3. Anonymous

    5 de janeiro de 2009 - 02:19 - 2:19
    Reply

    Prezado Hiroshi

    Este ditado de que o ex-prefeito é tocador de obra, me lembra muito um ex-governador de Minas Gerais, será que este nível é que queremos?? Com relação a manutenção do secretário de obras é lamentável, pois conforme já foi falado ele é pau mandado de um certo Empresário construtor de Estradas, não quero aqui questionar o modos operandu deste Empresário mas tem que ter um profissional capaz na frente desta Secretaria que possa peitar não só este Empresário, como um possível outro Empresário que age da mesma forma, este Secretário não irá acrescentar em nada ao tão sonhado desenvolvimento de Marabá, eu acho que mesmo o ex-prefeito nesta função seria muito melhor.

  4. Anonymous

    4 de janeiro de 2009 - 16:22 - 16:22
    Reply

    Maurino começou com o pé esquerdo.
    Perdeu na eleição da mesa da câmara, depois deixa uma legião de insatisfeitos com o fato de deixar alguns secretários como os de finanças (rapaz esperto!), o de obras (ligado ao homem do asfalto), e outros, e ainda coloca o ex-vice (pra nada) em outra secretaria, trás uns piratas do Tocantins (se estivessem bem por lá não teriam vindo!) assim não quer o respeito da população que o elegeu acreditando na sua pregação de que seria um governo de mudanças, sendo assim não está honrando os compromissos assumidos com a população.

  5. Anonymous

    4 de janeiro de 2009 - 13:44 - 13:44
    Reply

    O Maurino nomeou o secretário da Fazenda e o do Planejamento de Palmas. Dizem que ligados a um grupo que financiou a campanha dele. Coincidentemente os secretários que controlam a arrecadação e a assinatura de convênios. É preciso ficar com a pulga atrás da orelha.

  6. Anonymous

    3 de janeiro de 2009 - 19:21 - 19:21
    Reply

    Será q em Marabá n tem gente competente para assumir os cargos no qual o prefeito teve q ir buscar gente de fora ou os compromissos de campanha falaram + alto, pelo jeito a prefeitura de Marabá vai tornar-se o eldorado de Palmas, Tocantins e Goiania e Belém.

  7. Anonymous

    3 de janeiro de 2009 - 19:05 - 19:05
    Reply

    O Tião Miranda não fez nada mais do que a obrigação. E o fez muito provavelmente por ter pretenções de continuar na politica. Não o fez por ser bonzinho, o que todos sabemos que ele não é.

  8. Anonymous

    3 de janeiro de 2009 - 17:55 - 17:55
    Reply

    Que decepção! O Maurino foi eleito pelas pessoas que queriam mudanças, agora ele vem pedir aos vereadores que reconduzam o Miguelito na presidencia da Camara, e ao tomar posse deixa metade da equipe do Tião, que mudança é essa? O caminho não é esse, tanto é que começou com uma derrota, para o G7.
    Ele precisa interpretar o recado das urnas, para continuar isso que estava aí, a população teria votado no Salame.

  9. Anonymous

    3 de janeiro de 2009 - 17:44 - 17:44
    Reply

    aposto que:
    1. o maurino ou seus asseclas vão avançar neste dinheiro do Ipasemar;
    2. em menos de seis meses começam as primeiras dívidas que não serão quitadas – o maurino é megalomaníaco, vide-se o discurso de posse, impossível de concretiar aquilo tudo;
    3. enviado por Deuis é pura blasfema, demonstra o incontido desejo de ser melhor que os outros, ele se acha, compara-se à Jesus Cristo?
    4. está cercado de equivocados: um professor de educação física, que nunca deu aulas; um vice que vai dar trabalho se não acertar a Saúde (acho que não fica melhor); dois estrangeiros na administração; um filho de dono de jornal na comunicação – se o filho sair o pau canta; perdeu a Mesa da Câmara apesar de 40% de vantagem, demonstra que é incompetente; o Noé não é insubstituível, nem unanimidade; vai confundir estado com religião e vai se estrepar; a nova Procuradora Geral nada entende de direito público; a cantilena em Deus vai secar quando faltaram obras concretas; e a crise vai acabar com o aumento de arrecadação que vinha acontecendo e o Tião pegou tudo; que mais?
    5. ele não sabe administrar e não é de trabalhar de sol à sol, isso ele fazia com estava na juquira; vai querer ganhar $$ com a PMM e vai se estrepar, o povo de Marabá escolheu mal, apesar de seu sentimento de mudança ser legítimo, o Maurino apenas soube capitalizar o que muito políticos de Marabá não sabem ou saberão fazer um dia, mas reafirmo: não sabe administrar, nunca saberá, prova os meses em que passou na prefeitura quando distribuía $$ para igrejas, será se vai fazer o mesmo?
    6. o seu arco de aliança é bastnate amplo e diferenciado, que vai de mutram, asdrubal à Wandekolk e Suleima Pegado (cadê o Nonato?) já está desagradando negos e baianos, como é o caso do da Ótica que já mandou seu líder às favas.
    7. perder a presidencia da CMM, um prefeito eleito com mais de 40% de diferença do segundo colocado é uma derrota política fragorosa.
    8. Sinto pena de Marabá, que vai regredir, não que o Tião seja um astro, apenas sabe fazer contas…
    Bom Ano Novo Hiroshi!
    zezim

  10. Anonymous

    3 de janeiro de 2009 - 15:53 - 15:53
    Reply

    O pior cego é aquele que não quer ver. Não admitir que Miranda é um tocador de obras é mesmo para aqueles que não conseguem admitir a realidade de forma racional. Quanto ao discurso de Tião de não agradecer os secretários e funcionários, também discordo. Respeito não se mostra com palavras e gestos hipocritas. Respeito, ele demonstrou quando pagou os salários em dia, deu autonomia, não perseguiu aqueles que vinham de outras administrações , ao contrário do que faz o vice de Maurino que vem espalhando o terror entre os servidores se dá uma importancia que não tem. É apenas vice, sub. O Maurino que se cuide. ele pode estar criando uma cobra que tem sede de poder e pode dar um bote.

  11. gilmar ribeiro

    3 de janeiro de 2009 - 11:21 - 11:21
    Reply

    Impressionante a do Maurino. Dizer que manteria alguns secretários e que outros só depois de alguns dias iria nomear, ou seja, tem secretarias importantes que estão sem secretarios, como SDU e Planejamento. è o cúmulo da idiotice. Tentar convencer os esperançosos da construção civil em mudanças na secretaria de obras. Que decepção!!! Uma boa articulação do Tião e Miguel para manter Lucidio, alem é claro de Daniel Franco, o todo poderoso do asfalto no sul do pará e que investiu na surdina milhões em maurino magalhães. Manter o secretário de obras foi um absurdo. Para quem conhece sabe da impopularidade dele. Agora se desculpar de que ele é muito competente, e que sabe onde estão os “buracos”….
    Ora Hiroshi, pra que colocaram uma pessoa que dizia que ia mudar e o povo ansiava por mudança. Isto prova que ele é incompetente pra ser prefeito. Na noite da posse e na manha de ontem recebi varios telefonemas de amigos empreiteiros decepcionados com tal atitude. Por isto acho que Nagilson em breve será o novo prefeito de Marabá.
    Com relação ao montante deixado por Tião, não se pode considerar o dinheiro do Ipasemar. Este dinheiro está aplicado e serve somente aos servidores. Na verdade Tião deixou quase uma folha de pagamento para o próximo mês.

  12. Anonymous

    2 de janeiro de 2009 - 22:12 - 22:12
    Reply

    Eu acho q o prefeito Tião Miranda n fez nada + q a obrigação dele, todo prefeito é eleito para isso, trabalhar, cumprir com suas obrigações, e prestar conta daquilo q ele fez, n vamos tirar o mérito do Tião, agora temos q analisar a dinheirama q ele deixou, os 59 milhões são da Previdência do Município, dinheiro q prefeito n pode utilizar para gastos nenhum à n ser com os funcionários do município, quanto aos 2,6 milhões da arrecadação própria, o mesmo vai ter q ser aplicado nas obras n acabadas q o prefeito deixou, q são muitas, as ruas da cidade estão uma verdadeira tábua de pirulito de tanto buraco q existe, com relação aos 2 milhões de convênios federais é de praxe o município ter esses recursos q deveriam ser aplicados e n foram. Quem assistiu o discurso do Tião ficou impressionado como ele n teve a coragem de agradecer o trabalho realizado pelos seus secretários, e pelo seu vice-prefeito, de parabens o discurso do Nagibinho, do Miguelito e suas mulheres, agora o discurso da Toinha do PT foi um Deus nos acuda, quanto despreparo. Hiroshi vc sabe q a prefeitura de Marabá é uma das + cobiçadas no Estado, pelos recursos q ela tem, por isso qualquer prefeito q queira trabalhar em prol do município o q n vai faltar é dinheiro.

  13. Anonymous

    2 de janeiro de 2009 - 13:43 - 13:43
    Reply

    Hiro, ao contrário de Miranda, o prefeito de Canaan dos Carajás fugiu dando um super calote nos servidores. Ele anunciou o pagamento e quando a funcionária foi ao banco , todo o saldo, algo estimado em 3 milhões de reais , tinha sido limpado. Revoltada, a população ensaiou um quebra quebra na mansão do Prefeito “Ribita”. Foi revoltante ver tanta gente passar a virada de ano sem um tostão no bolso.

  14. Anonymous

    2 de janeiro de 2009 - 13:40 - 13:40
    Reply

    É. Espero que Maurino faça uma boa gestão. Caso contrário, só nos restará o velho jargão: “antes dele eu até sonhava. Hoje, nem durmo”. O Tião , apesar dos erros, foi um ótimo prefeito para a cidade. Talvez para alguns segmentos políticos não.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *