Fraude no Auxílio Emergencial em Moju: operação da PF cumpre mandados de busca e apreensão e bloqueio de bens

A Polícia Federal do Pará investiga crimes de fraudes contra o programa de Auxílio Emergencial e, na manhã desta quinta-feira (21), deflagrou a operação Sétimo Mandamento.

É uma alusão à recomendação da religião cristã de não furtar ou roubar.

A ação ocorre no município de Moju, onde estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão e bloqueios de valores.

Pelo menos 19 pessoas foram vítimas do esquema na cidade.

“Os trabalhos realizados são resultantes de uma união de esforços denominada Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União. Os escopos da atuação conjunta são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas, com a identificação de seus integrantes e o consequente ressarcimento dos valores ao erário”, informa a PF, em nota.

Na operação Sétimo Mandamento, a PF investiga os crimes de qualificado mediante fraude, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Caso os crimes sejam confirmados, os investigados podem ser presos e cumprir mais de 20 de prisão como pena.

Com as ações desta quinta, a EIAFAE já fez 126 operações policiais visando o combate às fraudes, com o cumprimento de 484 mandados de busca e apreensão e 54 mandados de prisão.