Hiroshi Bogéa On line

Fotografia do momento

 

 

Poster foi informada dos últimos dados colhidos nos municípios paraenses a respeito da situação de pré-candidatos a prefeito, junto ao eleitorado.

Pesquisa encomendada pelo governo do Estado tem amostragem não muito animadora para alguns personagens da campanha plebiscitário que consultou a população sobre a divisão do Pará.

Tanto na Região Metropolitana quanto em municípios importantes das regiões conflagradas, há surpresas.

Post de 

7 Comentários

  1. Anastácia

    11 de janeiro de 2012 - 08:24 - 8:24
    Reply

    Marabá não está em condiçoes de passar por experimentações administrativas. Precisa de gestão de pulso, centrada, com capacidade de tirá-la das dificuldades que se encontra.
    Tião Miranda não agrada a todos, mas tem o perfil ideal para o momento que a cidade vive.
    Não queremos prefeito bonzinho, falastrão, que discursa belamente…
    Se Tião Miranda assumir a prefeitura e conseguir colocar tudo nos trilhos entrará para a história da cidade.
    Acredito que o povo marabaense está com os dois pés no chão, estão olhando o real, não ilusões,como os politicos estão querendo que vejam.

  2. Anônimo

    9 de janeiro de 2012 - 21:51 - 21:51
    Reply

    Anônimo filho de Marabá,das 13:55, muito bem suscito seu comentário, é isso mesmo. tenho lído tuas crônicas,e quero te dizer que gosto muito,pela precisão e objetividade de como relatas.Continue assim,pois o Blogueiro agradece.

  3. Anônimo Filho de Marabá

    9 de janeiro de 2012 - 13:55 - 13:55
    Reply

    Hiroshi, tenho profundo respeito pelos institutos de pesquisas aqui do nosso Estado. Agora amigo,querer nos enfiar guela a baixo,resultados que com certeza não traduzem a verdade do sentimento, tanto nosso SULPARAENSES quanto do PARÁ QUE SERIA REMANESCENTE, caso o SIM tivesse sido vitorioso,é no minimo imaginar, que acreditamos existir a lendaria MATINTA PEREIRA,ou mesmo o BOM VELHINHO.Hiroshi, a nossa história mudou do que era ANTES E DEPOIS DO PLEBISCITO. Mesmo existindo algumas forças ocultas, que tentam mudar o curso real do momento que vivemos é visivel a mudança de conceitos, sobre esse ou aquele POLITICO com relação ao PLEBISCITO. Alguns cresceram no nosso conceito, outros no minimo se mantiveram onde estão,e um, ou dois, perderam e muito, mais muito mesmo diante da opinão pública, em razão de suas posturas sobre o PLEBISCITO. Hiroshi,vamos aguardar esses numeros,para nós conferirmos! Abs.

  4. VI TUDO !

    9 de janeiro de 2012 - 13:54 - 13:54
    Reply

    Tião miranda deu um tiro no pé !
    agora toda semana ele esta ou na record ou na rede TV local dando entrevistas para tentar se recuperar !

  5. Marabaense de coração

    9 de janeiro de 2012 - 10:11 - 10:11
    Reply

    Um que deve estar de fato, mal nas pesquisas, chama-se Tião. Temos que votar em quem tem efetiva participação por nossa região. Onde o deputado Tião se enfiou nesses quase 13 meses de mandato? Nada trouxe ou sequer lutou para trazer. É o maior fiasco da história política de marabá. Só se elegeu deputado para marcar cadeira. E AINDA IREMOS PERDER UM REPRESENTANTE NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA COM A SUA ELEIÇÃO PARA PREFEITO. Isso é que é pensar só na sua barriga. Por que não esperou e se candidatou apenas para prefeito. Tirou com os votos que obteve aqui, com toda certeza, uma vaga para outro representante da nossa região, ou melhor, do nosso município. E ainda foi contra a criação do estado, quando mais de 90% do eleitorado de Marabá foi favorável. Será que o projeto desse rapaz não está na contramão do nosso? Paciência. Tião, to fora!

  6. Fernando Oliveira - Marabá

    9 de janeiro de 2012 - 08:54 - 8:54
    Reply

    Hiroshy, acabo de me deparar com algo no mínimo curioso e proprio de quem não aceita críticas: Semana passada o deputado Parsifal Pontes postou no blog dele a cerca de uma “barrigada” do Liberal ao insinuar que ” um ministro do PMDB”” quando na verdade o tal ministro pertence ao PSB pernambucano. Então, hoje, segunda 09/01, o jornal dos marioranas abre uma materia contra o deputado quando ele era prefeito de Tucurui, na decada de 90, sobre um convenio., numa clara demonstração de retaliação à crítica de Parsifal. Agradeço a publicação e aproveito prá dizer ao deputado que não ligue prá essas retaliações e continue firme na sua brilhante atuação como blogueiro e parlamentar. Estamos com ele!!!

  7. JC - Marabá

    9 de janeiro de 2012 - 08:40 - 8:40
    Reply

    Essa eu quero ver! concordo que uma coisa é o plebiscito e a tuação de cada qual. Outra coisa bem diferente é a avaliação localizada de cada personagem na corrida municipalista. Nessa, vai a história pregressa do dito cujo, nem sempre tão alogiavel!… e desconhecida nos outros municipios. aguardo ansioso os detalhes, Hiroshy.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *