Hiroshi Bogéa On line

Fomento

Até agora a versão circulava como boato de alcova. Na noite de ontem (31) o blog recebeu de fonte seguríssima explicação definitiva para a controversa desistência da candidatura a prefeito de Belém de Almir Gabriel, em 2004. O motivo foi grana. Muita grana. Explicando: grana não garantida pelo então governador Simão Jatene à gestão do prefeito Almir caso este vencesse a disputa.
Como todos lembram, Almir Gabriel admitiu publicamente que disputaria a eleição, demonstrando nas entrevistas que se encontrava estimulado a encarar mais um embate eleitoral. Um papo entre ele e Jatene, no entanto, impulsionou a desistência:
– Eu preciso que você me dê a garantia de pelo menos repassar à prefeitura de Belém R$ 300 milhões para investimentos -, provocou Almir.
– Gabriel, você sabe que não posso assumir esse compromisso. É muito dinheiro apenas para um município e as finanças do Estado não comportam isso -, reagiu com pés no chão, Jatene.

– Então estou fora da disputa. Estou fora -, respondeu Gabriel, acabando a conversa ali mesmo.

Post de 

4 Comentários

  1. hiroshi

    4 de junho de 2007 - 18:05 - 18:05
    Reply

    Querido Da Silva, confio plenamente nas minhas fontes. Inda mais essa que contou detalhes da conversa, pessoa da extrema confiança de Jatene. O diálogo foi reproduzido pelo próprio Simão.
    Um abraço e espero que volte sempre.

  2. Anonymous

    4 de junho de 2007 - 00:14 - 0:14
    Reply

    …Da Silva disse …

    Não foi bem assim a conversa. Chegou-se a falar em números, orçamentos e outras “cositas” mais, sem, entretanto, a exatidão dos números. Na verdade tinha uma segunda parte: o Almir Gabriel, àquela altura, já achava que o Simão Jatene não seria candidato a reeeleição, fato que o próprio Jatene falava abertamente. Assim, ele se reservou para disputar o governo, o que aconteceu dois anos depois. O que ele e o pessoal do entorno não contavam era o resultado final dessa história.

  3. Anonymous

    3 de junho de 2007 - 00:43 - 0:43
    Reply

    Deixa o Almir em paz. Ele está indo até embora pra São Paulo.Só voces mesmo para verem nele uma pessoa que não serviu ao Estado, mas quando ele era governador todos puxavam saco dele.

  4. Anonymous

    2 de junho de 2007 - 19:48 - 19:48
    Reply

    Não sei por que vocEs continuam a falar de jatene e Almir Gabriel.Essa dupla é passagem morta na política paraense.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *