Hiroshi Bogéa On line

Floresta abaixo

Quem conta é Renata Camargo, do Congresso em Foco:  a toque de caixa, a bancada ruralista promete alterar os avanços mais importantes do Código Florestal Brasileiro.  Durante o recesso parlamentar, os motosserristas com mandato se organizaram, silenciosamente, para a guerra prometida.

Os destroyers  garantem que agora passam mesmo por cima dos ambientalistas.

No meio dos aniquiladores de matas, existem muitos deputados eleitos no Sul do Pará.

Os mesmos que sonham em criar o Estado de Carajás.

Vamos ficar de olho neles!

Leia mais no CF

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    5 de fevereiro de 2010 - 00:23 - 0:23
    Reply

    hehehehehehe…

  2. Arlei Gonçalves

    4 de fevereiro de 2010 - 16:37 - 16:37
    Reply

    Conversa entre FHC e SERRA para achar uma possível solução para as enchentes de São Paulo;(Parte 2)

    Serra: '''alô, Fernando, não deu certo, o povo não gostou do "Balsa Familia, perguntaram como as crianças iriam estudar na sala cheia de água'''

    FHC: '''assim não da, assim não pode, isso é muito simples Serra, basta você criar o ''Minha Bóia, Minha Vida'' quero ver se essas crianças não vão estudar…'''

    SERRA: '''olha… não sei o que seria do meu governo sem você, esse programa vai ser o meu carro chefe de campanha, isso se você não quiser ser o candidato…'''

    FHC: '''ja te disse, vai por mim, te apoio até de "baixo d'água"…

    E assim surgiu o "MINHA BÓIA,MINHA VIDA"…

  3. Anonymous

    4 de fevereiro de 2010 - 13:24 - 13:24
    Reply

    Esse dircurso radical que voce usa no post,esse sim é um tanto quanto xiita,o que a bancada ruralista tenta fazer ,é defender seus anseios ,a legislação atual(no mínimo insensata)inviabiliza a tividade do agronegócio na Amazônia,o governo sabe disso,vai haver um relaxamento que já era previsto(coloque seus neuronios para trabalhar).Se permanecer esse discurso radical,inviabilizando produtividade no único lugar da terra,onde vai se produzir alimento com abundancia,para alimentar boa parte desses SEIS BILHÕES(por enquanto)de bocas que tem que alimentar-se pelo menos 03 vezes ao dia.Tá todo mundo(os que produzem,geram empregos e pagam impostos)cansado desse discurso radical.O importante é aliar a preservação com a produtividade,isso vai ser feito.Agora,os que só falam,criticam,escrevem,mas não estão dentro do processo,não são elementos dessa grande engrenagem que faz a Amazonia e os amazonidas sobreviverem,esses ,são inúteis.O tempo dirá,quem viver,verá.

  4. Anonymous

    4 de fevereiro de 2010 - 12:59 - 12:59
    Reply

    Vamos faazer a lista. Eu começo e outros podem complementar. Giovani Queiroz é o cabeça, depois vem o Asdrubal Bentes, Zequinha Marinho e por ai vai.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *