Finanças em frangalhos

Publicado em 2 de dezembro de 2006

Implosão nas contas da prefeitura de Curionópolis. Há exatamente um ano a maioria dos fornecedores, formada por pequenos comerciantes da cidade, não recebe -, fato que tem levado ao fechamento de portas de alguns estabelecimentos.
Sebastião Curió tenta fechar com a Vale do Rio Doce antecipação de receita proveniente de ISS, num total de R$ 500 mil, como tentativa desesperadora de cumprir a Lei de Responsabilidade e diminuir a pressão cada dia maior dos credores municipais