Hiroshi Bogéa On line

Filhotes bisbilhoteiras

Com um ágil jornalismo investigativo, a excelente Carta Capital desta semana, já nas bancas, publica sensacional matéria, assinada pelo Leandro Fortes, comprovando que Monica Serra, filha do candidato à Presidência da República, José Serra, foi quem lançou o modismo de quebra de sigilo dos brasileiros .
Em verdade, a moçoila, associada à irmã do banqueiro Daniel Dantas na empresa Decidir.com , conseguiu acessar informações bancárias de cerca de 60 milhões de brasileiros, através do poder de influencia do pai, junto ao Banco do Brasil, no período do governo de FHC, mais precisamente em 2001, no qual Serra era ministro da Saúde.

A tal Decidir.com fora criada para exercer a mesma atividade da Serasa, ocupando papel de concorrente desta por breve tempo.

Monica e a filhote de Daniel Dantas,à frente da empresa, atuavam como assessoras de licitações públicas.

Carta Capital mostra como esse filha de Serra não é flor que deva ser regada.

Sugestão é para os leitores irem depressa à banca mais próxima para comprar o exemplar da revista, antes que se esgote.

Post de 

1 Comentário

  1. Na Ilharga

    10 de setembro de 2010 - 20:20 - 20:20
    Reply

    Realmente, meu caro Hiroshi. Trata-se de publicação mais capital do que carta, enquanto contraponto às outra três pústulas hebdomadárias a serviço do jogo sujo das elites. Quanto ao rebento feminino do Zé Pedágio, tudo resume-se no…tal pai, tal filha.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *