Ficamos sem o "Serjão"

Publicado em 7 de novembro de 2009

Ausente de Marabá, retornando nesta madrugada, agora por volta do meio-dia, depois de merecida dormida, o poster tomou conhecimento da morte de Sérgio Lemos, pessoa com quem amarrávamos, vez por outra, proveitosas conversas sobre o dia a dia da cidade.
Pernambucano da bela Olinda, Sérgio aportou às margens do Tocantins transferido para a agência do Banco do Brasil de Marabá. Em pouco tempo, com seu estilo calmo e jeitão de pacificador, não demorou a esticar seus laços de amizade. Fez muitas, talvez centenas.

Era fácil se enturmar com Serjão, carinhosamente chamado por alguns.

Bem informado, maravilhoso pai de família, preocupado com as questões sociais, tanto que atuou como parceiro da APAE a foi um dos responsáveis pela Fundação Santa Rosa, entidade dedicada a cuidar de meninos de rua, Sérgio tem sua assinatura também na edificação da Associação Atlética Banco do Brasil, num período em que a sociedade de Marabá não possuía qualquer tipo de área de lazer e entretenimento.

Aliás, até hoje, a sede campestre da AABB é o único artigo de luxo com o qual as famílias locais podem contar para as diversões em finais de semana.

Sérgio assumiu também a função de liderança empresarial ao ser eleito presidente da ACIM (Associação Comercial e Industrial de Marabá), no inicio do ano 2000.

Vítima de câncer no pâncreas, Serjão nos deixou na manhã de quarta-feira, 4.

O blog registra o infortúnio carregado de lamento diante do fato de que a cidade perde maravilhosa figura humana, solidarizando-se com a Liana – companheira de todas as horas de Sérgio -, e os filhos Dennys, Cláudio e Fábio.