Hiroshi Bogéa On line

Farinha de mandioca tem preços na estratosfera

 

 

Quem vai às feiras tem observado o aumento vertiginoso da farinha de mandioca, , um dos principais produtos da alimentação básica dos paraenses.

Em nove meses, o produto subiu 14%, conforme atesta o Dieese (  Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos do Pará).

A elevação no preço do produto é compreendida como uma variável que oscila de acordo com a oferta. A explicação de técnicos para o aumento de preços fora dos padrões, é a baixa produção registrada em 2012 que não atende as demandas de exportação.

Estão produzindo pouco e vendendo muito para fora dos limites do Estado.

De acordo com os agentes envolvidos na cadeia produtiva da farinha, a tendência é que nos próximos meses o preço do produto comece a sofrer uma redução.

Post de 

1 Comentário

  1. Helio Monteiro

    7 de dezembro de 2012 - 18:44 - 18:44
    Reply

    Alguém sabe me dizer o que a Emater tem a dizer sobre isso? O que o governo do estado tem a dizer sobre a assistência técnica à produção do principal ingrediente do prato do paraense? O que o governo do Jatene tem feito para incentivar a produção familiar de farinha de mandioca? Enquanto isso, mais uma vez, o povo paga o pato, ou os preços estratosféricos da farinha.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *